Regata Bracuhy comemora festa de 2024

A 6ª edição da Regata Bracuhy encerrou no último domingo (17), e a organização já planeja a prova de 2025, no mesmo local em março, ainda sem data definida.

Com um dia inteiro de regata, as inscrições esgotaram antes do prazo final, com lista de espera. O evento recebeu 700 velejadores e 130 embarcações, de diferentes idades e estados brasileiros, além da Argentina.

- Publicidade -

As organizadoras Mara Blumer, Chris Amaral, Renata Liu e Teresa Zanetti já focam na 7ª edição. A regata, disputada desde 2027, cresce a cada prova e é reconhecida como uma das maiores do país.

Segundo Chris Amaral, a Regata Bracuhy une velejadores de diversas regiões, refletindo o crescimento e renovação da vela brasileira.

”Estamos cumprindo o objetivo de unir as tribos da vela de todas idades. A vela brasileira está crescendo e se renovando. Vemos os velejadores felizes, se empenhando para ter uma boa performance na raia! Mas também se divertindo, afinal, o que temos em comum é o vento que nos move”.

Os próximos passos incluem avaliação da edição atual, apresentação de retornos aos patrocinadores, e planejamento para a próxima edição.

O primeiro barco a cruzar a linha de chegada foi o Asbar 6, vencedor da Fita Azul. Os resultados estão disponíveis no site oficial: https://regatabracuhy.com.br/resultados-2024.

- Publicidade -
Compartilhe este artigo
Katarine Monteiro é jornalista especializada em esportes olímpicos e em saúde. Com cobertura de grandes eventos internacionais, como Jogos Pan-Americanos em Lima 2019, Qatar Total Open 2020, Qatar ExxonMobil Open 2019 - tênis em Doha (QT), Semana de Vela de Ilhabela, Transat Jacques Vabre 2019 (França-Brasil), L'Étape Brasil by Tour de France, também já fez coberturas de natação, maratona aquática, vôlei, polo aquático, Fórmula E, vela, skate e boxe, além de eventos esportivos como assessora de imprensa, relações públicas e social media.