SEIM compõe painel de debates sobre mobilidade no Projeto AcessoCidades

21/02/24 – A Secretaria Especial de Integração Metropolitana, através do secretário Marcos Dias e da diretora administrativa da pasta, Marcelle Lucas, partilharam a experiência do Rio de Janeiro na integração de ações e projetos metropolitanos.

Enquanto a cidade vive a atmosfera do G20, lideranças nacionais e internacionais estão no Rio de Janeiro para debater experiências de integração na área de mobilidade urbana e governança metropolitana.

- Publicidade -

Na manhã desta quarta-feira o tema foi abordado pelo prefeito de Guarulhos, Gustavo Henric Costa – “Guti”, pela chefe de Cooperação Internacional da Área Metropolitana de Barcelona, Maria Peix, por Carlos Krykhtine, presidente do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos e pelo secretário da casa civil Eduardo Cavaliere.

O secretário Marcos Dias destacou a importância da criação da pasta pelo Prefeito Eduardo Paes em 2021, e também como o intercâmbio de boas práticas entre os municípios supera as divergências políticas.

“A SEIM trabalha na transversalidade de todas as outras pastas, conseguimos compartilhar boas práticas de ações social, saúde, educação, cultura e esportes”. concluiu Marcos Dias.

A diretora administrativa da secretaria, Marcelle Lucas, ressaltou a relevância dos seminários: “Através de painéis, seminários e encontros impulsionamos discussões sobre saneamento, resíduos sólidos, mobilidade, transportes, inclusão social para portadores de deficiência e políticas públicas de combate ao racismo.” Também foram
anunciados os projetos que estão em andamento pela SEIM para esse ano, o “Integra Rio 2” e o “Embaixadas Cariocas.”

O Projeto AcessoCidades é uma iniciativa entre FNP, Confocos e ANCInci (Brasil, Espanha e Itália), com cofinanciamento da União Europeia. O objetivo central do projeto é contribuir para qualificar as políticas de mobilidade urbana como ferramenta para integração das políticas de desenvolvimento urbano sustentável e redução das desigualdades sociais, raciais e de gênero.

- Publicidade -

O AcessoCidades teve duração de três anos (entre 2021 e 2023) e quatro eixos de atuação: governança; diagnóstico e capacitação; planejamento e viabilização de boas práticas e engajamento.
Essa reunião marca o encerramento do projeto.

Credito : Marco Antônio / Prefeitura do Rio de Janeiro

 

Compartilhe este artigo
Segue:
Editora e criadora da Rede Brasileira de Notícias. Fazendo também parte da redação do Imprensabr. Sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.