38ª edição do Bahia Juniors Cup, em Salvador (BA), tem recorde com 350 atletas de sete países e começa neste sábado

Evento começa neste sábado, 28, com o qualifying no Clube Bahiano de Tênis a partir das 8h

O Bahia Juniors Cup, em Salvador (BA), torneio dos mais importantes do juvenil do país e dos que mais revelam talentos para o tênis nacional, bateu recorde de inscritos para sua 38ª edição que começa neste sábado, 28, com os jogos do qualifying. A competição volta a ser realizada no centenário Clube Bahiano de Tênis, no bairro da Graça, em Salvador (BA). O torneio tem a parceria com a SUDESB e a SETRE – Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo do Estado da Bahia.

Ao todo serão 350 atletas de sete países (Brasil, Holanda, Colômbia, Argentina, Paraguai, Peru e Jamaica) contabilizando todas as categorias desde o J100 mundial até 18 anos, passando pelo Sul-Americano Cosat (16 e 14 anos) e o Brasileiro (12 anos).

“Estamos muito felizes com o recorde de atletas, com destaque para o volume de inscritos dos mais jovens na categorias 16, 14 e 12 anos que vieram em peso para a competição. Teremos chaves principais e qualifyings repletos”, destacou Duda Catharino, diretor do evento.

Os primeiros jogos acontecem já na manhã deste sábado a partir das 8h. O quali termina no domingo e vai definir as últimas vagas nas chaves principais.

Nos 18 anos, com pontos no ranking da Federação Internacional de Tênis, o favorito será o carioca Nicolas Oliveira, no feminino a paranaense Paola Dalmonico será a principal favorita.

Os baianos vêm para lutar pelos canecos. Entre as meninas, Luana Paiva estará entre as cabeças de chave. Na categoria 14 anos, a baiana Gabriela Bettoni é um dos destaques no torneio com pontos no ranking sul-americano do Cosat.

O Bahia Juniors Cup é responsável por revelar grandes talentos do tênis brasileiro. Nos últimos anos, João Fonseca foi campeão de 2021 e recém conquistou o título do US Open. Em 2017, Thiago Wild levantou o caneco em final contra Sebastian Baez. Ele venceu no ano seguinte o US Open juvenil e hoje está entre os 80 melhores do ranking profissional. Sebastian Baez foi o vice-campeão na mesma edição e hoje está entre os 30 do mundo no profissional.

O Bahia Juniors Cup já revelou outros grandes nomes do tênis nacional como Gustavo Kuerten, campeão na categoria 16 anos, em 1993 em final épica contra o baiano Duda Catharino, hoje o diretor do evento. Outros nomes que passaram pelo evento foram Fernando Meligeni, Marcelo Melo, Teliana Pereira, entre outros.

A 38ª edição do Bahia Juniors Cup conta com o patrocínio da SUDESB e a SETRE – Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo do Estado da Bahia. . O evento teve a chancela da Federação Internacional de Tênis, da Confederação Sul-Americana de Tênis, da Confederação Brasileira de Tênis e da Federação Bahiana de Tênis.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário