A Cia. Catraca do Riso ministra no dia 4 de dezembro duas oficinas gratuitas sobre acessibilidade, teatro e palhaçaria no Centro de Memória do Circo

No dia seguinte à comemoração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (03/12), uma das oficinas vai mostrar a acessibilidade no teatro muito além da rampa de acesso e do intérprete de libras

Dia 04 de dezembro de 2023 acontecem duas oficinas, gratuitas, no Centro de Memória do Circo, no Centro Cultural Olido: Acessibilidade no Teatro – Inclusão Além do Óbvio, ministrada pela escritora, atriz, produtora e especialista em acessibilidade cultural Bruna Burkert e Dramaturgia para o Circo Teatro – Desvendando Palhaços Periféricos, com o diretor da Cia. Catraca do Riso, Gustavo Guimarães. Ambos os profissionais se dedicam, há uma década e meia, ao circo e ao teatro nas bordas da cidade, desempenhando um papel significativo na periferia, com compartilhamento de cultura e entretenimento para comunidades em suas localidades.

A oficina Acessibilidade no Teatro – Inclusão Além do Óbvio vai abordar as possibilidades e mitos dos fáceis acessos em montagens teatrais que vão além de rampa de acesso e intérprete de libras. A abordagem explicativa será acompanhada de exercícios práticos. No dia 03 de dezembro, um dia antes da oficina, é comemorado o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, data instituída em 1992 pela ONU – Organização das Nações Unidas, que busca ampliar a acessibilidade e a inclusão dessas pessoas na sociedade.
Nos estudos acerca de Dramaturgia para o Circo Teatro – Desvendando “Palhaços Periféricos”, será oferecida uma perspectiva sobre o processo criativo do espetáculo “Palhaços Periféricos” em que serão compartilhados os bastidores da criação do espetáculo, além de explorar o processo de desenvolvimento da dramaturgia na palhaçaria.

Sobre a Cia Catraca do Riso
A Cia Catraca do Riso é um grupo de circo teatro que desempenha um papel significativo na periferia, com arte, cultura e entretenimento para comunidades. Com uma trajetória de 15 anos, o grupo, originário da zona sul de São Paulo, sempre se empenhou em quebrar paradigmas e lutar contra o estereótipo do palhaço animador de festas, buscando abordar questões mais profundas e relevantes para a sociedade por meio do riso.

Entre os seus espetáculos, destacam-se “Lizarb – A terra dos palhaços”, uma sátira ao Brasil que parodia e denuncia a má-fé humana em relação aos outros; “Vem Sorrir”, que apresenta de forma lúdica e divertida informações sobre cuidados com os dentes e a importância da higiene bucal; e “Quando o Circo Virou Cinema”, uma homenagem aos artistas circenses que levaram sua arte para as telonas do cinema. Viva os artistas periféricos!

SERVIÇO
Dia 04 de dezembro de 2023
Oficinas:
Acessibilidade no Teatro – Inclusão Além do Óbvio, das 17h às 19h;
Dramaturgia para o Circo Teatro – Desvendando “Palhaços Periféricos”, das 19h30 às 21h30.
Local: Centro de Memória do Circo – Centro Cultural Olido
Av. São João, 473 – Centro Histórico de São Paulo, São Paulo – SP
Não é necessário inscrição prévia
Duração: 2h | Lotação: 50 pessoas | Indicação: livre
Público alvo: artistas, produtores e arte-educadores – destinada para artistas, estudantes de teatro, circo e todos os interessados em explorar as conexões entre o circo e a dramaturgia. Não é necessário experiência prévia em circo ou teatro.

Sobre Bruna Burkert
Escritora, atriz e produtora, autora dos livros A Princesa que Não Sabia as Palavras O Riso de Luiza. É formada em Letras e Especialista em Acessibilidade Cultural, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foi idealizadora e coordenadora do projeto Acessibilidade ao Palco, em parceria com o Polo Cultural Educação e Arte, que entre os anos de 2017 e 2019, que realizava oficinas artísticas voltadas às crianças com deficiência. Na Secretaria Municipal de Cultura, através do programa Agente Comunitário de Cultura desenvolveu uma atividade de formação em acessibilidade nas sedes das instituições de Pontos de Cultura. Foi integrante do grupo Ciclistas Bonequeiros entre 2016 e 2022, desenvolvendo diversas atividades teatrais inclusivas. É presidente e fundadora do Instituto RIA, que desde 2019 desenvolve projetos socioculturais de inclusão de pessoas com deficiência através das artes. É atualmente coordenadora do educativo da Vila itororó. Ministra diversas oficinas voltadas para acessibilidade em instituições como SESI e SESC, além de palestras em instituições de ensino.

Sobre Gustavo Guimarães
Ator, diretor e dramaturgo fundador do coletivo de Cia Catraca do Riso e do grupo ciclistas bonequeiros (www.ciclistasbonequeiros.com). Aos 18 anos já ministrava aulas no clube da turma M’Boi Mirim. Deu aulas de teatro nas oficinas culturais do estado de São Paulo e Oficinas Vila Itororó. Fez parte do projeto Conexões de teatro para jovens em 2007 e 2008 como ator e como diretor oficineiro em 2013 e 2014. Foi coordenador do ponto de cultura Casa Paulo Eiró e participou do curso de gestão cultural Sesc SP. Formado em letras na universidade presbiteriana Mackenzie, cursou humor e direção na SP Escola de Teatro. Atualmente é orientador de Circo no programa vocacional da prefeitura da cidade de São Paulo.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário