Aplicativo permite antecipar o saque do FGTS em até 7 anos 

O serviço é disponibilizado pelo app de mobilidade KIM com taxas mais baixas do que as convencionais do mercado 

Os clientes do aplicativo de recarga e mobilidade urbana KIM agora podem usufruir de uma parceria que vai facilitar a vida financeira. O KIM acaba de lançar a modalidade de saque aniversário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), por meio de uma nova parceria com o banco digital Digio, que permite que o usuário antecipe retiradas anuais do FGTS disponível. Antecipando o benefício com o KIM e o Digio, os clientes podem optar por saques de 3, 5 e 7 anos, com taxas de apenas 1,99% ao mês – mais baixo do que empréstimos convencionais.  

Os usuários do KIM podem antecipar o FGTS e receber o valor em até 1 dia útil após a aprovação do empréstimo, em qualquer conta bancária de preferência. A contratação do serviço é 100% digital e está disponível também para negativados. Além disso, não é preciso se preocupar com boletos e nem em comprometer a renda mensal, já que o pagamento é feito diretamente entre a Caixa Econômica Federal e o Digio com os valores a receber do FGTS. 

“Nosso objetivo é levar facilidades para os usuários do KIM para além da mobilidade urbana, oferecendo meios de pagamentos e serviços financeiros. Com essa parceria entre KIM e Digio estamos dando mais um passo em direção à modernização do aplicativo e ampliação da nossa rede de produtos e serviços”, destaca o CEO do KIM, Daniel Médici Lourenson. 

Como funciona o saque do FGTS pelo KIM 

Para contratar o serviço, é preciso ser maior de 18 anos, ter um saldo mínimo de R$ 400 no FGTS, optar pela modalidade do Saque-Aniversário e autorizar o banco Digio a consultar o saldo. 

A funcionalidade “Antecipação FGTS” pode ser encontrada na aba “Menu Serviços” do aplicativo KIM. Ao clicar nessa opção, o cliente será direcionado para receber as orientações e realizar a simulação de contratação do serviço. Depois, o usuário será direcionado para a etapa de liberação da consulta de saldo FGTS, que é realizada pelo Digio, e o cliente precisará autorizar a consulta do saldo pelo banco diretamente no aplicativo FGTS da Caixa. 

Por fim, basta incluir os documentos que serão utilizados na análise de aprovação do empréstimo, são eles: documentos pessoais frente e verso (RG ou CNH), dados bancários e uma selfie. 

Compartilhe este artigo
Segue:
Jornalista e assessora de imprensa