Como transformar a vaga temporária em efetiva em 2024?

Especialista da Luandre dá dicas para se destacar durante o período de contratação para a data sazonal

Dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), mostraram que o ano de 2023 foi bom para quem estava buscando uma oportunidade de trabalho. No acumulado de janeiro a novembro de 2023, o saldo foi de 1,9 milhão de empregos formais.

Na Luandre, uma das maiores consultorias do país, o ano se encerrou com mais de 40 mil vagas temporárias trabalhadas, sendo 56% delas oferecidas no período entre outubro e dezembro, o mais aquecido em razão da Black Friday e do Natal.

- Publicidade -

A boa noticia é que percebe-se um movimento positivo das empresas na efetivação destes profissionais. Debora Herdeiro, Gerente de RH da Luandre diz que as empresas tem observado nos profissionais temporários, cada vez mais, quesitos como motivação, força de vontade e dedicação. “Os líderes percebem quando o profissional realmente tem interesse em se tornar efetivo. Proatividade e busca por soluções diante dos problemas são características que podem levar à efetivação”, reforça.

Para quem está interessado em conquistar sua recolocação em 2024, a especialista lista algumas dicas abaixo.

Demonstre gentileza
Se mostrar interessado e ter gentileza com o público, caso o emprego seja no varejo, é importante e causa boa impressão. Atitudes como empatia com colegas e boa vontade também são observadas.

Apresente resultados
Durante o trabalho temporário mostrar os resultados para coordenadores e gerentes é essencial. Não precisa necessariamente fazer longas reuniões, mas mostrar a eficiência e enaltecer os pontos fortes profissionais é uma ótima combinação para se diferenciar.

Aproveite o trabalho em equipe
Além de potencializar as qualidades em grupo, aproveitar estes momentos para fazer networking é essencial. É indicado tirar dúvidas e entender a dinâmica da empresa.

- Publicidade -

Falar é importante
Comentar com colegas de trabalho e com superiores sobre o interesse pela permanência na empresa é uma boa prática, assim, sabendo da disponibilidade do profissional, as possibilidades aumentam.

Compartilhe este artigo
Segue:
Editora e criadora da Rede Brasileira de Notícias. Fazendo também parte da redação do Imprensabr. Sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *