Deputado Carlos Jordy tem bens apreendidos em operação da PF

Polícia Federal realiza busca na residência e no gabinete do deputado Carlos Jordy, apreendendo arma, celulares, notebook e passaporte.

Agentes da Polícia Federal cumpriram mandados de busca na 24ª fase da Operação Lesa Pátria, apreendendo diversos itens na residência e no gabinete do deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ). Entre os objetos confiscados estão uma pistola legalizada, carregadores, munição, telefones celulares, um notebook, R$ 1 mil em espécie e seu passaporte. Jordy alega ser alvo de uma “pesca probatória” e refuta qualquer envolvimento com atos antidemocráticos.

De acordo com a investigação, o deputado teria trocado mensagens com um grupo de golpistas no Rio de Janeiro, fornecendo orientações sobre manifestações antidemocráticas. Jordy nega as acusações e afirma desconhecer qualquer participação nos eventos de 8 de janeiro.

O deputado prestou depoimento à Polícia Federal, destacando que a busca é uma medida autoritária e sem fundamentos, realizada às vésperas das eleições municipais. Ele argumenta que tudo aponta para uma possível armação.

Compartilhe este artigo
Segue:
Autora na Gazeta24h e agora na ImprensaBr, sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário