Favoritas avançam no 1º dia da chave principal da 38ª edição do Bahia Juniors Cup, em Salvador (BA)

Jovem talento Luis Miguel, de 14 anos, desafia principal favorito nesta terça-feira no Clube Bahiano de Tênis. Baiana Luana Paiva também estreia

As principais favoritas largaram com vitória, nesta segunda-feira, na chave principal da 38ª edição do Bahia Juniors Cup, em Salvador (BA), torneio dos mais importantes do juvenil do país e dos que mais revelam talentos para o tênis nacional. O torneio é realizado no Clube Bahiano de Tênis e tem a parceria com a SUDESB e a SETRE – Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo do Estado da Bahia.

Cabeça de chave 1 do torneio mundial até 18 anos, a paranaense Paola Dalmonico passou pela brasileira Catarina Cardoso por 6/0 6/3 e encara Giovana Barbosa nas oitavas de final. A segunda favorita, a paulista Stefany Lima derrotou a brasileira Yasmin Costa por 6/1 6/0 e medirá forças contra a brasileira Lara Melo que derrotou a paraguaia Victoria Lopez por 6/3 6/4.

No masculino, o baiano Gabriel Godoy acabou superado pelo segundo favorito, Henrique de Brito por 6/2 6/0. Henrique terá pela frente nas oitavas de final Victor Rocha.

Nesta terça-feira o torneio principal de 18 anos começa a partir das 15h com o cabeça de chave 1 entre os meninos, o carioca Nicolas Oliveira, encarando a promessa goiana, Luis Miguel, semifinalista de Wimbledon na categoria 14 anos este ano, que recebeu um convite do torneio baiano. Miguel vem de furar o quali em Santa Cruz, na Bolívia, e tirar o top 100, o argentino Segundo Zapico, na última semana. O duelo ocorre às 15h.

Outro destaque nesta terça será a baiana Luana Paiva que estreia contra a paraguaia Ana Julieta, também às 15h. A baiana Karoline Oliveira faz duelo nordestino contra a potiguar Beatriz Guerra não antes das 16h30.

Ao todo são 350 atletas de sete países (Brasil, Holanda, Colômbia, Argentina, Paraguai, Peru e Jamaica) contabilizando todas as categorias desde o J100 mundial até 18 anos, passando pelo Sul-Americano Cosat (16 e 14 anos) e o Brasileiro (12 anos). O número é um recorde histórico para o evento.

O Bahia Juniors Cup é responsável por revelar grandes talentos do tênis brasileiro. Nos últimos anos, João Fonseca foi campeão de 2021 e recém conquistou o título do US Open. Em 2017, Thiago Wild levantou o caneco em final contra Sebastian Baez. Ele venceu no ano seguinte o US Open juvenil e hoje está entre os 80 melhores do ranking profissional. Sebastian Baez foi o vice-campeão na mesma edição e hoje está entre os 30 do mundo no profissional.

O Bahia Juniors Cup já revelou outros grandes nomes do tênis nacional como Gustavo Kuerten, campeão na categoria 16 anos, em 1993 em final épica contra o baiano Duda Catharino, hoje o diretor do evento. Outros nomes que passaram pelo evento foram Fernando Meligeni, Marcelo Melo, Teliana Pereira, entre outros.

A 38ª edição do Bahia Juniors Cup conta com o patrocínio da SUDESB e a SETRE – Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo do Estado da Bahia. . O evento teve a chancela da Federação Internacional de Tênis, da Confederação Sul-Americana de Tênis, da Confederação Brasileira de Tênis e da Federação Bahiana de Tênis.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário