Fórmula E prestigia Dia da Mobilidade Elétrica em São Paulo (SP)

Praça Charles Miller na frente do Pacaembu teve dia de Fórmula E com carro madrinha e muita sustentabilidade

Neste sábado (15), a Praça Charles Miller, cartão-postal de São Paulo (SP), foi o palco do Dia da Mobilidade Elétrica, evento que visa discutir e divulgar o mercado elétrico e os impactos em termos de sustentabilidade e energia renovável. Estiveram presentes diversas marcas do segmento elétrico, dentre elas, o Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E, que tem a capital paulista como parceiro histórico.

Depois de dois E-Prix no Sambódromo, a categoria abre sua temporada 11 em 7 de dezembro na passarela do samba. O campeonato mundial é hoje a maior competição elétrica do mundo, levando para as pistas as mais atuais tecnologias do automobilismo, espelhando nas corridas de alta performance ferramentas utilizadas também nos carros de rua.

No estande da Fórmula E, os visitantes tinham acesso a um protótipo do atual carro da categoria, desenvolvido pelo artista brasileiro Adhemar Cabral. A atração contava com as mesmas dimensões do atual carro usado pela Fórmula E, o Gen-3. Além disso, trazia o conceito de sustentabilidade com flores naturais envolvendo a peça.

‘Nossa missão é promover a mobilidade sustentável através do nosso esporte, através da Fórmula E e aqui (no evento) estamos presentes junto com o povo para que eles sintam de perto a experiência e a emoção de estar próximo a um esporte como a Fórmula E”, comentou o sócio local e diretor de vendas da Fórmula E, Bruno Grassi. O público também contou com o simulador da categoria e com a exposição do Safety Car da F-E.

O simulador era uma das atrações mais disputadas do evento, com o público demonstrando uma grande curiosidade em poder ter, mesmo que virtualmente, a chance de sentir a sensação de pilotar um carro do campeonato mundial. ”O futuro é elétrico. Ainda não conhecia o evento e a Fórmula E, mas é interessante que exista um campeonato de corridas totalmente elétrico, mostrando que o entretenimento também pode ser sustentável”, comentou a engenheira civil e visitante do evento, Alessandra Lima.

Carros elétricos ganham força

Apesar da popularização da Fórmula E entre os fãs de automobilismo, ainda há um preconceito em relação aos carros elétricos, sejam os de corridas ou os de rua. Um dos intuitos do Dia da Mobilidade Elétrica é justamente apresentar esse equipamento para que os visitantes possam ter uma ideia exata sobre o que são os carros elétricos na prática, levando ao público debates sobre a mobilidade elétrica e os impactos para o futuro.

Assim como o estande da Fórmula E fornecia a experiência com o simulador, alguns visitantes puderam usufruir da experiência de realizar um test drive com carros elétricos de marcas presentes no evento. Além dos automóveis, também havia patinetes e bicicletas elétricas para que o público pudesse conhecer.

”Eventos como esse e a Fórmula E são importantes para desmistificar o preconceito que os carros elétricos ainda sofrem e trazer o público para perto desses equipamentos facilita o entendimento para que eles possam ver que é um produto seguro, confiável, rápido e divertido também. Com um evento como a Fórmula E você acelera a adoção do público para um produto novo”, comentou Bruno Grassi, destacando o apoio da Prefeitura de São Paulo e SPTuris na figura de Ricardo Nunes e Gustavo Pires, respectivamente.

Não apenas a divulgação da categoria ocorria no estande, como também a exposição da data da próxima corrida no Brasil. A FIA, federação responsável pela Fórmula E, divulgou o calendário da décima primeira edição da F-E, com São Paulo abrindo os trabalhos no dia 7 de dezembro. Em 2025, a Fórmula E estreia uma nova geração de carros, o Gen-3 Evo, carro que terá uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 1,86 segundo, sendo cerca de 30% mais rápido que um carro de Fórmula 1.

”Tivemos um aumento de quase 18% na audiência da Fórmula E no Brasil e uma aceitação muito grande do público no último E-Prix de São Paulo. O próximo evento já está confirmado para o dia 7 de dezembro e entramos com um novo carro e em uma nova era. Essa era é chamada de um segundo porque faz a aceleração do carro ser em 1.8 segundos, sendo a única categoria do esporte a motor a conseguir isso”, comentou Bruno Grassi.

Na atual temporada, restam mais duas etapas e quatro corridas. O próximo compromisso da Fórmula E é no E-Prix de Portland, entre os dias 29 e 30 de junho.

Compartilhe este artigo
Katarine Monteiro é jornalista especializada em esportes olímpicos e em saúde. Com cobertura de grandes eventos internacionais, como Jogos Pan-Americanos em Lima 2019, Qatar Total Open 2020, Qatar ExxonMobil Open 2019 - tênis em Doha (QT), Semana de Vela de Ilhabela, Transat Jacques Vabre 2019 (França-Brasil), L'Étape Brasil by Tour de France, também já fez coberturas de natação, maratona aquática, vôlei, polo aquático, Fórmula E, vela, skate e boxe, além de eventos esportivos como assessora de imprensa, relações públicas e social media.