Manu Chao anuncia seu próximo álbum Viva Tu previsto para 20 de setembro, 2024 e revela novo single, “São Paulo Motoboy”

“São Paulo Motoboy”
Ouça aqui

Viva Tu, o novo álbum de Manu Chao
Reserve aqui

 Depois do single lançado no mês passado, “Viva Tu”, uma rumba sincera dedicada a todas as mulheres de sua vizinhança, Manu Chao compartilha “São Paulo Motoboy”, um fraterno tributo a todos os entregadores de São Paulo que arriscam suas vidas em cima de uma moto ou bicicleta pela enorme metrópole.

“São Paulo é uma fera que respira. E os entregadores são o sangue que corre em suas veias, mantendo-a viva.”

Aqui, Manu canta sobre os perigos da precariedade e sobre o sacrifício desses trabalhadores que sobrevivem a rotas diárias extenuantes. Ele canta sobre o riso, os sonhos e a bravura dos cavaleiros das rua, que destemidamente se entrelaçam entre os caminhões e entram e saem dos engarrafamentos. Homens e mulheres prontos para dar tudo de si, apesar de nada lhes ser dado.
Tudo isso no calor, no frio ou na chuva, em emergências ou acidentes que estão sempre à espreita, com infinita coragem. Ele também evoca seu inegável senso de liberdade.

É um tópico que ele nunca abordou antes, mas que também não deve nada ao acaso. Antes de seu sucesso, Manu era um entregador. Um entregador na cidade de Paris.

“São Paulo Motoboy” inevitavelmente trará à tona os mesmos trabalhadores encontrados nas ruas da Europa, África, Ásia e Américas. Também apresentará um imersivo documento que retrata a vida cotidiana dos motoboys em São Paulo.

A colcha de retalhos em 13 novas músicas que compõem o próximo álbum de Manu Chao, Viva Tu, inspirado em suas viagens e na vida cotidiana, abordará o estado atual do mundo, tanto em termos factuais quanto virtuais, em espanhol, francês, português e inglês, com colaborações da lenda Willie Nelson em “Heaven’s Bad Day” e da cantora francesa Laeti em “Tu Te Vas”.

Desde o lançamento de La Radiolina em 2007, Manu segue a generosamente compartilhar sua música. Além de oferecer faixas gratuitas em seu site e sessões acústicas em seu canal do YouTube, Manu colaborou em projetos com amigos como Bomba Estéreo, Rumbakana, Charlart58, Carlangas, Dani Lança, Calypso Rose e muitos outros, e participou de causas sociais como Playing For Change e The Dharavi Dream Project.

Ele também continuou a viajar pelo mundo para conhecer seu público. Acompanhado por seus fiéis músicos e amigos Lucky SalvadoriMiguel Rumbao e/ou Mauro Metralla, em um formato acústico – “três amigos com três paus de madeira” – eles se apresentam em vários locais, festivais e eventos populares na França, Suíça, Holanda, Chile, Argentina, Brasil, Itália, Espanha, Croácia, Hungria, Sérvia, Bulgária, Grécia, Turquia, Cingapura, Nepal, Índia, Macedônia, Eslovênia, Noruega, Colômbia, Paraguai, Bósnia… Estes concertos são percebidos com uma aura íntima, quase mística, mas sem nenhuma outra pretensão a não ser a de estar em harmonia e cativar um público vibrante e engajado. Usando a desculpa das apresentações, ele visitou comunidades, associações e cooperativas, bem como grupos de ativistas que defendem causas sociais que precisam de apoio: Manu ouve e compartilha. E, é claro, as reuniões com amigos sempre alimentam sua inspiração.

Além disso, no próximo sábado, 29 de junho, motociclistas de toda a cidade se reunirão para uma exibição de rua especial do documentário, às 19 horas, no centro da cidade, Praça Roosevelt, em São Paulo, proporcionando um ponto de encontro para celebrar pessoalmente a vida e a arte desses heróis do cotidiano. O documentário será lançado em 1º de julho nos canais de mídia digital de Manu Chao.

Compartilhe este artigo