Marcos Meier é o novo embaixador da coleção Laços da Aprende Brasil

Solução educacional tem o propósito de ensinar os estudantes a gerir as próprias emoções

Presente em salas de aula de mais de 18 estados brasileiros e atendendo mais de 1,6 milhão de alunos, a Aprende Brasil Educação, do Grupo Positivo, acaba de firmar uma parceria estratégica com o renomado educador Marcos Meier, especialista de destaque em educação socioemocional no Brasil. Meier assumirá o papel de embaixador da solução educacional Laços: educação socioemocional”, que visa contribuir para o desenvolvimento socioemocional dos estudantes.

A Laços: educação socioemocional é uma solução abrangente que engloba os três pilares da aprendizagem socioemocional: sentir e refletir, acreditar e planejar, além de respeitar e compartilhar. Composta por jogos de tabuleiro, dinâmicas gamificadas, livro da família, cartazes para ambientação escolar, vídeos para a formação de professores e propostas de atenção plena, a solução Laços oferece um material completo e inovador que pode auxiliar as escolas na preparação dos estudantes para o futuro.

- Publicidade -

Para o diretor-executivo da Aprende Brasil Educação, Fábio de Oliveira, o foco da Laços é ajudar os estudantes a entender o que sentem. “O programa ajuda os estudantes a fazer a gestão das próprias emoções, criando um ambiente saudável de convivência e aprendizagem. Ao mesmo tempo, a Laços foca na sensibilização de professores para identificar as dificuldades que os estudantes possam apresentar e para apoiar as crianças e os adolescentes no dia a dia da sala de aula e da escola”, explica.

O embaixador da marca e educador Marcos Meier afirma que, há décadas, ele realiza palestras sobre a importância de as escolas ultrapassarem os currículos tradicionais. “É fundamental conscientizar escolas, famílias e os próprios alunos de que as emoções, a inteligência intrapessoal e a interpessoal são elementos essenciais para o sucesso na atualidade. As escolas desempenham um papel crucial no desenvolvimento dos aspectos socioemocionais de seus alunos. A coleção Laços configurou-se como uma solução excepcional, não apenas para facilitar o trabalho dos professores, mas também para aprofundá-lo”.

“Acreditamos que a educação socioemocional é fundamental para preparar os estudantes para enfrentar os desafios do mundo atual. Um mundo competitivo, em que as redes sociais determinam padrões de beleza e comportamento, pode fazer com que os jovens fiquem emocionalmente vulneráveis e tenham dificuldades para gerir as próprias emoções. É fundamental preparar os estudantes para enfrentar os desafios, além de desenvolver habilidades para lidar com o bullying, como a assertividade, a empatia e a resolução de conflitos”, lembra Fábio.

Antigamente, o papel do professor limitava-se ao ensino dos conteúdos do currículo, ao passo que o restante era responsabilidade da família. Hoje, embora a sociedade tenha evoluído significativamente nos aspectos econômicos, financeiros e de saúde, percebemos um distanciamento dos fundamentos socioemocionais. “Em virtude dos desafios que se impõem às crianças atualmente, que se veem ‘obrigadas’ a se encaixar em padrões estéticos e comportamentais, muitas famílias enfrentam dificuldades na educação emocional e social de seus filhos. Nesse contexto, as escolas precisam estabelecer parcerias sólidas com as famílias, visando preparar crianças e jovens para a vida adulta”, destaca o embaixador.

Oliveira finaliza que a parceria entre a Aprende Brasil Educação e Marcos Meier representa um marco importante para o avanço da educação socioemocional no Brasil. “Ele é um dos mais renomados especialistas em educação socioemocional no país, e sua experiência e conhecimento serão de grande valor para nós. Além de ser um comunicador nato, a sua capacidade de conectar-se com as pessoas é incomparável. Ele será um grande parceiro para a divulgação da nossa coleção e para o aprimoramento da educação socioemocional no Brasil.”

- Publicidade -
Compartilhe este artigo
Segue:
Editora e criadora da Rede Brasileira de Notícias. Fazendo também parte da redação do Imprensabr. Sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *