Microcrédito cresce 13% em Aracaju impulsionado pelo período de São João

A demanda por crédito para investir no próprio negócio no período junino provocou um incremento anual de 13% no volume da carteira de recursos concedidos pelo Santander Brasil a microempreendedores de Aracaju. Segundo dados de abril do Prospera, o programa de microcrédito do Banco, as mulheres são as que mais procuram essa modalidade de crédito, alcançando 74,4% do total dos clientes na capital sergipana.

Os números também reforçam a expansão do empreendedorismo em Sergipe. Entre janeiro e abril deste ano, o Prospera emprestou R$ 16 milhões aos empreendedores aracajuanos, atingindo uma carteira total de R$ 21,3 milhões. Esses valores estão distribuídos entre os 8,2 mil clientes do Prospera em Aracaju, público que cresceu 17% em relação ao mesmo período de 2023. A maioria deles está concentrada nos ramos de cosméticos, vestuário e beleza (cabeleireiro, manicure e pedicure).

- Publicidade -

“O Santander Brasil vem atuando em várias frentes para fomentar o empreendedorismo em Sergipe. Essa projeção do Banco, com um importante crescimento na carteira do Prospera em Aracaju, deve representar um impacto na geração de renda e novos negócios, além de solidificar aqueles já existentes em um período tão relevante para a região. Neste período, a cultura local respira os festejos juninos, e a economia pulsa com o crescimento nas vendas do comércio e no setor de serviços em geral”, destaca Paulo César de Lima Alves, diretor do Santander Brasil e responsável pela Rede Nordeste do Banco.

PROSPERA
O programa Prospera Santander Microfinanças faz parte da estratégia de bancarização e inclusão financeira com foco principal no microempreendedor informal. Atualmente, são mais de um milhão de clientes ativos. O Prospera Santander não possui uma agência física específica. No programa, o Especialista Prospera vai até o empreendimento do cliente e analisa a necessidade de crédito. Após a análise, o Especialista oferece as modalidades de crédito individual ou pelo aval solidário – no qual os tomadores de recursos são reunidos em grupos de quatro empreendedores, que se tornam responsáveis pela adimplência de cada um.

“O microcrédito do Prospera é uma linha barata e de fácil acesso. Por isso, microempreendedores optam por tomá-lo para comprar mercadorias, matéria prima e, até mesmo, investir na estrutura ou expansão do próprio negócio. Além da oferta do crédito, os clientes do Prospera contam com atenção personalizada de um especialista, que apoia na gestão empresarial e identificação de oportunidades, contando com a oferta completa de produtos do Santander para contribuir na sua jornada”, diz Fernando da Hora, head do Prospera Santander Microfinanças.

Compartilhe este artigo
Segue:
Jornalista há mais de 20 anos, com experiência em redação, em diversas editorias, assessoria de imprensa, produção de conteúdo, produção e apresentação de podcast e comentarista em canal independente no YouTube