Mitch Evans destaca conexão com Mônaco e quer nova dobradinha em Berlim

Piloto da Jaguar TCS Racing venceu a oitava rodada do Campeonato Mundial de carros elétricos

O neozelandês Mitch Evans venceu no último sábado  (27) o E-Prix de Mônaco do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E. O piloto da equipe britânica da Jaguar TCS Racing fez dobradinha com o companheiro de equipe e compatriota Nick Cassidy na oitava rodada do Campeonato de carros elétricos.

- Publicidade -

O pódio no circuito de rua do Principado foi completado pelo belga Stoffel Vandoorne (DS Penske). A pole-position ficou com o alemão Pascal Wehrlein (TAG Heuer Porsche), que terminou a corrida em quinto lugar e lidera o Mundial dos carros elétricos com 102 pontos.

Em coletiva de imprensa essa semana, Mitch Evans celebrou sua vitória na corrida da Fórmula E em Mônaco e projetou uma nova dobradinha em Berlim, na Alemanha, nos dias 11 e 12 de maio.

“Vamos para Berlim pensando na dobradinha. Seria incrível repetir isso, mas teremos um novo traçado este ano. Então há algumas coisas novas para nós aprendermos e principalmente entender o que o novo local precisa. A corrida vai ser bastante estratégica do ponto de vista de energia, então, sim, vamos ter que realmente fazer um bom trabalho”.

Sobre Mônaco, o piloto acabou destacando a conexão especial que sente com o circuito e a emoção de conquistar o primeiro lugar. O piloto expressou sua familiaridade com a pista.

“Eu sempre fiquei muito confortável nessa pista, mesmo antes da Fórmula E, quando eu estava na GP2, que é agora a F2, eu sempre me sentia muito bem e confortável, mesmo em categorias diferentes. Eu tenho 10 pódios, mas nunca ganhei, então, eu senti que era um bom momento para isso acontecer, só foi um pouco mais tarde do que eu gostaria”, comentou o piloto.

- Publicidade -

Foi a 124ª corrida da história da Fórmula E e a quarta em Mônaco na história da categoria. Vencedor pela primeira vez no local, Mitch Evans ressaltou ainda a importância do resultado para sua equipe, comemorando o feito inédito de dois pilotos no pódio em Mônaco.

“Foi um bom resultado para mim, mas obviamente para o time foi ainda melhor. Foi um feito nunca realizado antes, eu estou muito orgulhoso do time. Tivemos um resultado muito forte como time e isso é fantástico, é bom para a confiança de todos”, disse.

Os brasileiros Sérgio Sette Câmara (ERT) e Lucas di Grassi (ABT Cupra) não pontuaram em Mônaco, chegando em 19º e 11º, respectivamente. As próximas etapas da Fórmula E 2024 ocorrerão em Berlim, na Alemanha, nos dias 11 e 12 de maio. Nesta décima temporada, estão programados um total de 16 E-Prix.

Compartilhe este artigo
Katarine Monteiro é jornalista especializada em esportes olímpicos e em saúde. Com cobertura de grandes eventos internacionais, como Jogos Pan-Americanos em Lima 2019, Qatar Total Open 2020, Qatar ExxonMobil Open 2019 - tênis em Doha (QT), Semana de Vela de Ilhabela, Transat Jacques Vabre 2019 (França-Brasil), L'Étape Brasil by Tour de France, também já fez coberturas de natação, maratona aquática, vôlei, polo aquático, Fórmula E, vela, skate e boxe, além de eventos esportivos como assessora de imprensa, relações públicas e social media.