Primeira edição da CACLAL LISBOA 2024 visa o fortalecimento do empreendedorismo na comunidade lusófona e latino-americana

Evento é uma promoção do desenvolvimento sustentável e da conexão de jovens empreendedores

Lisboa (Portugal) se prepara para sediar a primeira edição da Cimeira de Afroempreendedorismo da Comunidade Lusófona e América Latina (CACLAL) no dia 25 de março de 2024, no auditório do salão nobre da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa-CCIP das 09h às 12h e das 14 às 15h00, promovido pela Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços Brasil-Guiné Bissau; Coligação da Juventude dos Países da Língua Portuguesa; Associação Caboverdeana em Lisboa e GB Empreendimentos SARL.

- Publicidade -

Idealizada pelos afroempreendedores Matheus Monteiro Lopes, advogado, e Júlio António Aponto Té, jornalista e consultor internacional de negócios, a Cimeira de Afroempreendedorismo CACLAL Lisboa 2024 surge como uma plataforma estratégica para fortalecer as relações multilaterais e impulsionar oportunidades de negócios entre os países lusófonos e latino-americanos, seguindo as boas práticas de ESG. Com isso em mente, propuseram a realização de cimeiras itinerantes em diferentes localidades. Além do evento, os organizadores planejam lançar o “Programa ELP”, um programa de rádio e televisão dedicado ao empreendedorismo e à empregabilidade na língua portuguesa, viabilizando oportunidades corporativas para pequenos e médios empreendedores se conectarem com grandes potências.

A programação do evento inclui palestras, painéis de discussão, workshops e exposições de startups que estão inovando no mercado. Os participantes terão a oportunidade de interagir com diplomatas, governantes, representantes de organismos internacionais, empresários de destaque, pesquisadores e profissionais de áreas correlatas. A troca de experiências e conhecimentos promoverá a criação de redes de contatos e parcerias, impulsionando o crescimento e o desenvolvimento do afroempreendedorismo.

A Cimeira de Afroempreendedorismo CACLAL Lisboa 2024 conta com o apoio institucional da Embaixada de Angola em Portugal, bem como de outras entidades governamentais, organizações civis e instituições empresariais dos países envolvidos. Com uma equipe dedicada e engajada, composta pela Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços Brasil-Guiné-Bissau, a Coligação da Juventude dos Países da Língua Portuguesa, a Associação dos Caboverdeana em Lisboa, a Fadae Agro e a GB Empreendimentos SARL, a realização deste evento promete ser um marco no cenário do empreendedorismo afrodescendente.

 

A CACLAL Lisboa 2024 conta com o apoio institucional da Embaixada da República de Cabo-Verde em Portugal, Embaixada da República de Paraguai em Portugal, Organização Internacional para as Migrações Agência de Migração das Nações Unidas em Lisboa, Governo do Estado de São Paulo, através da Secretária de Turismo; União Santa Ifigênia, bem como outras entidades civis como o Lide China; Mulheres Solidárias; Associação Nacional de Pequenas e Médias Empresas de Portugal – ANPME; Associação dos Jovens Empreendedores de Cabo-Verde – AJEC; Programa Bem-Vindos/RTP África. No tocante à equipe da realização do evento, está composta pela Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços Brasil – Guiné-Bissau – CCIAS- Brasil – Guiné-Bissau; Coligação da Juventude dos Países da Língua Portuguesa; Associação Caboverdeana em Lisboa; Fadae Agro e GB Empreendimentos SARL. No quesito patrício, a CACLAL conta com as empresas MMJ Projetos Engenheira; Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação – NOSi, GB Empreendimentos Sarl e Fadae Agro.

- Publicidade -

Para obter mais informações sobre como participar da Cimeira de Afroempreendedorismo CACLAL Lisboa 2024 e contribuir para o fortalecimento e a expansão do empreendedorismo na comunidade lusófona e latino-americana, unindo-se a outros interessados nesta jornada de inovação, conexões, oportunidades de negócios, acesse : https://www.caclal.com

 

Compartilhe este artigo
Ana Carolina Herencio Aguiar é Bacharel em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade Paulista - UNIP