Santander Brasil adquire 70% da América Gestão de Energia e completa portfólio de produtos e serviços na área

Com a operação, o Santander completa o portfólio de produtos e serviços oferecidos aos clientes abastecidos pelo mercado livre e cativo de energia

O Santander Brasil anuncia a aquisição de 70% da América Gestão de Energia, braço de consultoria e gestão da holding América Energia. Com a operação, o Santander completa o portfólio de produtos e serviços oferecidos aos clientes abastecidos pelo mercado livre e cativo de energia, se consolidando assim como uma das principais empresas de soluções no mercado de energia.

A América é uma das maiores gestoras de energia do País, com mais de 20 anos de atuação, fazendo a gestão estratégica e operacional de energia para consumidores e geradores dos mais diversos portes, nos mercados livre e cativo, incluindo contratação de energia, geração distribuída e autoprodução.

- Publicidade -

Entre as soluções disponibilizadas pela América aos clientes estão: gestão estratégica e operacional de energia para consumidores e geradores no mercado livre e cativo; estruturação e gestão de autoprodução e geração distribuída; gestão de gás natural no mercado cativo e livre, alinhada à dinâmica regulatória do setor; assessoria na projeção de tarifas de energia e gás para elaboração de budget; e análises e monitoramento de consumo em tempo real.

Já o Santander, após criar sua própria mesa comercializadora de energia, em 2019, se tornou um dos líderes em volume transacionado no mercado livre de energia, com uma atuação focada em clientes do Atacado e mais de R$ 3 bilhões em faturamento. O Banco atua desde a comercialização de energia, com o desenvolvimento de produtos inovadores e soluções que geram economia para seus clientes, assim como no desenvolvimento de projetos e financiamento de visando a eficiência energética.

Além disso, em agosto do ano passado, o Banco adquiriu 65% da FIT Energia, que possibilitou ampliar sua atuação no mercado cativo, atendendo consumidores de baixa tensão (pessoas físicas e pequenas e médias empresas) carentes de opções para consumir energia renovável e com economia.

“Energia elétrica é um insumo base com custo relevante para qualquer empresa, e a maior parte delas precisa de ajuda na gestão de energia para ter economia com segurança e flexibilidade. É um trabalho muito técnico e multidisciplinar, que não justifica o investimento em uma estrutura interna na maioria das empresas. Com esta aquisição, passaremos a disponibilizar aos nossos clientes toda essa estrutura de gestão. Além disso, os geradores passarão a contar com uma gestão especializada para otimização das operações, bem como estruturação de novos ativos”, explica Rafael Thomaz, responsável pela mesa de energia da Tesouraria do Santander Brasil.

“Para a América Energia, aliar seu braço de gestão ao Santander representa uma potencialização importante do seu crescimento. Gestão de energia talvez seja o serviço mais estratégico e importante do setor, podendo fazer muita diferença nos resultados de consumidores e geradores, ainda mais agora, com a maior amplitude de possibilidades, abertura de mercado, e em tempos de transição energética”, ressalta Andrew Frank Storfer, CEO do Grupo América Energia.

- Publicidade -

A expectativa do executivo do Santander é que a operação resulte em sinergias relevantes. “Apesar de a empresa já atuar nacionalmente, a forte presença do Banco em regiões onde a empresa tem baixo market share fará diferença na conquista de clientes. Além disso, considerando nosso protagonismo em comercialização de energia, temos uma grande carteira de clientes potenciais para os novos serviços”, destaca Thomaz.

A conclusão da operação está sujeita à aprovação dos órgãos reguladores.

 

Compartilhe este artigo
Segue:
Jornalista há mais de 20 anos, com experiência em redação, em diversas editorias, assessoria de imprensa, produção de conteúdo, produção e apresentação de podcast e comentarista em canal independente no YouTube