Sussuarana celebra XXI Caminhada da Consciência Negra em Salvador

A comunidade de Sussuarana, um dos maiores e mais populosos bairros de Salvador, prepara-se para celebrar mais uma edição do “Novembro Negro Sussuarana”, com destaque para a emblemática XXI Caminhada da Consciência Negra. Neste ano, a celebração ganha um toque especial com o projeto “Danças Negras e Periferia – Intersecção do Bicentenário e Suas Conexões”, iniciativa que visa fortalecer a cultura negra e promover o diálogo sobre questões sociais e raciais.

Sussuarana tem sido um exemplo notável de mobilização comunitária, utilizando a arte como ferramenta para valorizar e empoderar a cultura afro-brasileira. Sob o tema “Intersecções Ancestrais – Danças Negras e Periferia”, a Rede sociocultural de Sussuarana se prepara para uma série de eventos que transformarão o mês de novembro em um período de celebração e reflexão.

- Publicidade -

A XXI Caminhada da Consciência Negra, marcada para o dia 19 de novembro, às 9h30, terá início na Unidade de Saúde da Família (USF) Sussuarana Raimundo Agripino, na Av. Ulysses Guimarães, em Sussuarana Velha, e se estenderá até a Praça do Colégio Estadual Ruth Pacheco, em Nova Sussuarana. O desfile contará com a presença de rainhas, príncipes e princesas das Noites da Beleza Negra em Sussuarana, que representarão com orgulho a comunidade.

Além disso, a caminhada será acompanhada por diversas apresentações culturais, incluindo capoeira, a tradicional ala das baianas e grupos de dança. As ruas de Sussuarana se transformarão em um grande palco cultural, onde os espectadores poderão testemunhar a vibrante potência da arte, com suas cores e ritmos.

A verdadeira inovação deste ano é o projeto “Danças Negras e Periferia”. Desenvolvido pelo Núcleo Artístico de Favela (NAF), em parceria com o Coletivo Negritude Sussuarana, o projeto busca promover um diálogo aberto sobre questões de conduta social e racial, ao mesmo tempo em que fortalece o reconhecimento e a valorização das identidades étnicas e culturais nas comunidades periféricas de Salvador.

Uma das atrações mais aguardadas do projeto é a mostra artística itinerante que será realizada em novembro, coincidindo com a XXI Caminhada da Consciência Negra. Com uma expectativa de aproximadamente 600 espectadores, essa mostra exibirá os resultados das oficinas realizadas durante o projeto, proporcionando uma oportunidade única para a comunidade celebrar sua rica herança cultural e expressões artísticas.

A iniciativa procura superar essas barreiras, promovendo a expressão cultural nas comunidades periféricas da capital baiana e incentivando o fortalecimento e a valorização da cultura afro-brasileira.

- Publicidade -

O projeto “Danças Negras e Periferia” foi contemplado pelo Edital Diálogos Artísticos – Bicentenário da Independência na Bahia e conta com o apoio financeiro da Fundação Cultural da Bahia, unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa).

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *