Wakeboard se consolida no Brasil com novos eventos e talentos

Conheça os vencedores revelados no Campeonato Baiano

A prefeitura da cidade de São Paulo emitiu uma pesquisa que afirma que o wakeborad é o esporte aquático que mais cresce no mundo, com mais de 4,5 milhões adeptos. No Brasil, não é diferente. Em 2022, Mariana Nep e Pedro Guaru deram duas medalhas internacionais para o país nos Jogos Sul-americanos Assunção. Eles ficaram na terceira colocação da modalidade, mas já destacaram a força do esporte para a bandeira verde e amarela. Em 2023, Mariana garantiu vaga direta para a final do Pan-Americano de Santiago.

Outro destaque do wakeboard no país é Marcelo Marques Giardi, o Marreco. O atleta tornou-se o mais forte competidor do país, depois que conseguiu sua primeira vitória na categoria profissional na etapa de Atlântida do Brasileiro de Wakeboard, no início de 1998. Marreco é conhecido por suas manobras, que executa com grande intensidade, além de muita técnica. Em 2006, o atleta sagrou-se pentacampeão no Circuito Brasileiro de Wakeboard, vencendo três das quatro etapas do circuito.

Eventos constantes na Bahia revelam novos talentos:

Para quem está conhecendo agora, o wakeboard é um esporte aquático praticado através de uma prancha com botas, que é puxada por uma lancha ou sistema de cabos, conhecidos como cable parks e guinchos. Mas não é apenas pelas medalhas internacionais que a prática tem sido renomada. Eventos com foco na modalidade têm crescido em todo o Brasil. O Campeonato Baiano de Wakeboard 2023, por exemplo, aconteceu em dezembro na Marina Jacob Adventure, situada em Barra do Jacuípe, e exibiu novos talentos com apoio da Federação Baiana de Jet Ski, do Governo do Estado da Bahia (pela Sudesb), da NAVIS e do Vintage Car Protection.

Na Categoria Feminina, ganharam destaques nomes como Isabele Knak (@belnaksurf), Carolina Saikoski (@carolsaiko) e Rejani Marisa (@rejanimarisa). Como Masculino Iniciante, Felipe Alves foi o grande vencedor, e subiu ao pódio com Luciano Costa (@lucianodubiba) e Jean Vitor (@jeanvittor_). O Masculino Intermediário teve Arnaldo Neto (@arnaldoneto16) como descoberta de destaque, seguido de Leonardo Jacob (@leonardocjacob) e o Leonardo Cruz (@lmcr.uz).

“Os novos talentos estão prometendo grandes destaques internacionais. Foi uma disputa acirrada, assim como ocorreu no Campeonato Baiano de Jet Ski, resultando em uma competição dinâmica e esperança para a grandeza do futuro do esporte no país”, explica o premiado baiano Bruno Jacob (@jacobjetski), referência mundial por suas manobras no jet ski.

Assim como Jacob, que acumula vitórias em competições globais na França e na Espanha, além do título de King of Freeride, outros atletas renomados estiveram presentes no evento. “Com certeza veremos mais eventos como este chegando anualmente na Bahia e em outras regiões”, conclui Bruno.

Resumo dos vencedores do Campeonato Baiano de Wakeboard 2023:

Categoria Feminina
1o Isabele Knak (@belnaksurf)
2o Carolina Saikoski (@carolsaiko)
3o Rejani Marisa (@rejanimarisa)

Categoria Masculino Iniciante
1o Felipe Alves (@felipea.alves) 2o Luciano Costa (@lucianodubiba) 3o Jean Vitor (@jeanvittor)

Masculino Intermediário
1o Arnaldo Neto (@arnaldoneto16)
2o Leonardo Jacob (@leonardocjacob)
3o Leonardo Cruz (@lmcr.uz)

Compartilhe este artigo
Segue:
Autora na Gazeta24h e agora na ImprensaBr, sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário