Zambonii encanta público com show autoral em São Paulo

Com a casa cheia, muitos amigos e família presentes, e claro, muita música brasileira, o cantor e compositor Zambonii estreou seu primeiro show em São Paulo, na tarde do último domingo (10). Em comemoração aos 2 anos de carreira, o artista subiu ao palco do Capim Limão Bar para apresentar um repertório de canções autorais, surpresas inéditas, show de abertura e convidados. 

Zambonii, nome que vem sendo destaque no cenário musical, esteve planejando o evento durante alguns meses. Após muitos ensaios e preparativos, o artista pôde apresentar ao público presente um show com banda e bem produzido. Para aquecer o público, os shows de abertura ficaram por conta dos cantores Guilherme Monteiro e a ex The Voice, Paula Araújo. 

- Publicidade -

“O show foi incrível, foi muito além das minhas expectativas e acho que de muita gente também. Por ser o primeiro show e ter muitos amigos, muita família, convidados e uma galera nova, que não me conhecia, acho que o pessoal tinha uma expectativa de ser algo um pouco mais simples, mas chegaram lá e realmente foi completo, com show de abertura, em um lugar muito bacana, o ambiente em uma localização boa, perto do metrô. O som estava muito bom, o show foi de quase duas horas”, ele conta. 

No repertório, ele apresentou suas canções autorais e outros sucessos da música brasileira, como “Várias Queiras (Gilsons), “Me Namora” (Edu Ribeiro) e “Garota de Ipanema” (Tom Jobim). “Não faltaram músicas ali para a galera cantar, tanto músicas conhecidas, quanto autorais e eu particularmente fiquei muito feliz com a performance”, ele afirma.

“A banda estava toda alinhada, conseguimos tocar bem todas as músicas, não teve nada fora do planejado que possa ter atrapalhado. A sensação foi incrível, indescritível, foi um dos melhores dias da minha vida. Poder reunir tanta gente querida, das 180 pessoas que estiveram, acho que a grande maioria eu conhecia… E ver a galera cantando as músicas, dançando, se divertindo, foi muito bonito, foi um dia muito bacana, estava chovendo antes do show, mas quando a gente começou a organizar, parou. Acho que Deus ajudou bastante no clima e foi uma tarde muito gostoso”, completa o artista.

Trazendo na trajetória 10 músicas autorais e um EP, desde seu lançamento inaugural, vem conquistando ouvintes e admiradores com suas composições. Hoje, ele se consolida cada vez mais como uma das vozes da cena da nova MPB e pop leve e o primeiro show solo é a realização de um grande marco para o artista. Para ele, dar início ao “Zambonii ao vivo” com banda e se posicionar como um artista que faz show, que toca para público e que não é só presença digital, é um dos principais objetivos da carreira.. 

“O sentimento de estar naquele palco foi de alegria, de realização e muita gratidão. Mas eu realmente me diverti muito. Esqueci de todos os problemas e dificuldades que tive antes para organizar tudo. Foi um processo longo, extenso de preparação desde meados de outubro do ano passado. E ver que finalmente saiu do papel e aconteceu o primeiro show foi um grande alívio. Ver que a galera estava participando, cantando, todo mundo animado, me deixou muito feliz. Muito realizado de estar fazendo esse evento, de ter todo mundo ali para prestigiar, para acompanhar, para celebrar esse momento. E foi espetacular. Fiquei fora da curva, foi bem além do que eu esperava, com certeza. Fiquei feliz e vou lembrar com muito carinho desse dia”, revela. 

- Publicidade -

Momento marcante

Quando questionado sobre momentos especiais da tarde na capital paulista, ele relembra: “No final do show chamei a Malu Azevedo, que é a cantora que lancei o feat ‘Prazer Eu Sou’, uma das faixas mais conhecidas. Eu deixei essa música pra cantar no final do evento e durante o show da galera estava esperando por essa e pediram várias vezes. Eu enrolava. Até que de fato chamei a Malu, ela subiu no palco e a gente cantou. Foi muito incrível, porque no refrão ela vira um rock meio indie, sabe? Animado. Todo mundo cantou, pulou e depois deixamos só as vozes e foi um coral muito bonito. Depois que a música acabou, a galera continuou cantando várias e várias vezes o refrão, e a gente já nem tava guiando mais a música. Eram só eles realmente cantando o refrão. Foi um momento muito bonito e emocionante”, declara Zambonii.

Próximos passos

Sobre os próximos passos, ele afirma: “Tenho pelo menos duas músicas para serem lançadas. Devo voltar um pouco mais a atenção para o digital, pois fiquei todos esses meses ensaiando com a banda e preparando, né? Acho que show, de fato autoral como esse, talvez só mais para o final do ano, mas possivelmente deve ter algumas outras participações, alguns outros eventos durante 2024, mas não com a mesma proposta. Talvez agora a gente foque um pouco mais em novos lançamentos”, finaliza o artista.



- Publicidade -
Compartilhe este artigo
Jornalista e assessora de imprensa. Trabalha na área do entretenimento há mais de 6 anos e é apaixonada pela comunicação.