Arcos (MG) sedia mais provas do Internacional Chaoyang Estrada Real

A cidade de Arcos (MG) sediou o segundo dia da primeira etapa do Internacional Chaoyang Estrada Real no sábado (09). A organizadora da competição, a Avelar Sports, programou o dia para as provas de XCO, também conhecido como Cross Country.

Na categoria Elite (profissional), as vitórias foram conquistadas por Ulan Galinski e Hercilia Najara, atletas das equipes Caloi Henrique Avancini Racing e Trek Estiloventura, respectivamente.

- Publicidade -

Ambos conseguiram se recuperar na competição depois de terminarem como vice-campeões no evento XCC na última sexta-feira.

Durante as provas, os homens completaram oito voltas em um percurso de 4,25 km, enquanto as mulheres completaram sete voltas no mesmo percurso. Ulan terminou em 1h19m46s042 e Hercilia em 1h23m47s208.

Na primeira etapa, Ulan Galinski terminou em sexto lugar, enquanto Edson Rezende assumiu a liderança. Aos poucos, o piloto baiano foi crescendo na prova e passou a disputar com Luiz Henrique Cocuzzi e, principalmente, com o colombiano Jhonattan Botero, que terminou em quarto lugar. O paulista confirmou o segundo lugar com o tempo de 1h20m12s140. O pódio também contou com outro colombiano, Diego Cuervo, com o tempo de 1h20m12s140.

Sinceramente, eu não estava tão competitivo ontem (sexta-feira). Eu estava muito ansioso para a corrida de XCO. Não se trata apenas de força física, mas também de tática e utilização de outras estratégias. Estudei cuidadosamente o piloto colombiano Cuervo e esperei o momento certo para atacar. Estou me esforçando muito para garantir uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris. Sou grato à minha equipe por me dar o apoio necessário para ter um bom desempenho”, disse Ulan.

Durante a competição, Hercilia Najara enfrentou alguns desafios, pois caiu duas vezes e viu Isabella Lacerda assumir uma vantagem de aproximadamente 15 segundos. No entanto, ela conseguiu se recuperar e, por fim, venceu a corrida. Isabella Lacerda terminou em segundo lugar com o tempo de 1h26m45s466, seguida por Liege Walter com 1h29min57s175. Após a vitória, a atleta de Belo Horizonte falou sobre a importância da perseverança.

- Publicidade -

“Eu não queria assumir a liderança desde o início porque queria avaliar meus adversários e sentir minhas pernas depois da intensa corrida de XCC na sexta-feira. Mas me senti bem, apesar de não ter sido meu melhor ritmo. Eu estava me segurando e, na primeira volta, acabei caindo muito. Mas prometi a mim mesmo que daria o meu melhor e não desistiria disso. Comecei a acelerar, ganhar posições e aproveitei a oportunidade para definir meu próprio ritmo. Sinceramente, não fiz nada diferente do XCC, mas não fui muito preciso no sprint final”, compartilhou Najara.

No total, foram 29 categorias no sábado. Na categoria Junior, que dá acesso à Elite, os vencedores foram Gustavo Nogueira e Anna Vitoria de Oliveira. Eles deram cinco e quatro voltas na pista, terminando em 54m19s440 e 54m22s599, respectivamente.

Foto: Alemão Silva

Compartilhe este artigo
Katarine Monteiro é jornalista especializada em esportes olímpicos e em saúde. Com cobertura de grandes eventos internacionais, como Jogos Pan-Americanos em Lima 2019, Qatar Total Open 2020, Qatar ExxonMobil Open 2019 - tênis em Doha (QT), Semana de Vela de Ilhabela, Transat Jacques Vabre 2019 (França-Brasil), L'Étape Brasil by Tour de France, também já fez coberturas de natação, maratona aquática, vôlei, polo aquático, Fórmula E, vela, skate e boxe, além de eventos esportivos como assessora de imprensa, relações públicas e social media.