Conheça a rinomodelação, alternativa à rinoplastia realizada pela cantora Ana Castela

Procedimento utiliza ácido hialurônico, é uma boa alternativa para quem prefere os não invasivos ou tem medo do bisturi, mas tem seus riscos

A sertaneja Ana Castela compartilhou nas redes sociais o que disse ser seu primeiro procedimento estético: a rinomodelação, que consiste na aplicação de ácido hialurônico no nariz para suavizar e harmonizar o contorno nasal.

A rinomodelação é diferente da rinoplastia, esta, sim, é uma cirurgia que mexe na parte óssea do nariz para corrigir tamanho e desvio, incluindo não só a estética, mas a saúde do paciente. Já a rinomodelação é muito menos invasiva e refere-se somente à estética, não afetando a parte óssea do nariz.

A médica cirurgiã plástica Patrícia Marques explica que na era das selfies, a vantagem da rinomodelação sobre a rinoplastia é que com ela é possível alterar a aparência do nariz sem recorrer ao bisturi e o procedimento é reversível, dura de 8 a 12 meses. Não gostou? Não quer mais? Logo passa. Por outro lado, como o organismo absorve a substância, se gostar vai ter que reaplicar dentro desse período e isso tem um custo. “Em São Paulo e Rio de Janeiro, o custo da aplicação fica entre 2 mil e 3 mil reais, dependendo do caso e do profissional”, explica Marques.

Os procedimentos estéticos não invasivos estão em alta no Brasil. De acordo com a ISAPS, Sociedade Internacional de Estética e Cirurgia Plástica na sigla em inglês, a rinomodelação fica em segundo lugar, perdendo apenas para a harmonização facial. Já o ácido hialurônico está na mesma colocação, atrás somente do botox. “O ácido hialurônico é bem versátil, podemos dizer, sendo bastante utilizado no rejuvenescimento facial para reestruturar a face e melhorar a aparência, atenuando rugas e linhas de expressão desde as primárias até as mais profundas. Além disso, ele estimula a produção do colágeno”, conta a médica.

Alguns cuidados recomendados após a rinomodelação seriam não praticar exercício físico somente no dia do procedimento, evitar exposição ao sol, maquiagem e massagear o nariz nos primeiros dias.

Riscos
A rinomodelação é um procedimento seguro, complicações não acontecem com frequência, mas podem acontecer e até de forma grave, como a necrose de nariz. A correção se dá através de cirurgias que são bem complicadas. “Daí a importância de buscar um médico habilitado e experiente, isso reduz a chance de complicações, que costumam ser brandas, é verdade, mas o risco de infecções e necrose de pele existe e quando isso acontece, o tratamento é muito difícil”, alerta a especialista.

Sobre a especialista:
Patrícia Marques é graduada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, é membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tem especializações em reconstrução de mama e da face no Hospital de la Santa Creu i Sant Pau, em Barcelona, e no Memorial Sloan Kettering Cancer Center, em NY, EUA. Também é especialista em medicina capilar e referência nacional em frontoplastia e redução de testa e já transformou a vida de mais de 650 pacientes com as cirurgias realizadas. CRM-SP 146410.

Instagram: @dra_patricia_marques
Site: https://www.drapatriciamarques.com.br/
Avenida Moema, 300, conjunto 71, Moema, São Paulo/SP
Telefone: (11) 93206-0079

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário