Diversão em Cena retorna a Iracemápolis com o espetáculo “Rosa Pequena, Vida de Circo”

As aventuras de Rosa, uma menina que viaja com o circo e sonha em voar. Apresentação gratuita será 22 de junho, sábado, às 16h, no Teatro Prefeito Virgínio Ometto, no Centro.

O Diversão em Cena retorna a Iracemápolis com o espetáculo “Rosa Pequena, Vida de Circo”, montagem da Companhia das Rosas. A peça foi criada em 2017, resultado da parceria entre as artistas Erica Stoppel e Luara Bolandini, que buscavam investigar a relação entre a arte circense e o teatro de bonecos, e ao mesmo tempo dialogar com as crianças dando voz às questões relacionadas ao universo delas. “Rosa Pequena, Vida de Circo” é um espetáculo sem falas, dirigido por Bruno Rudolf, que utiliza da técnica de bonecos e sombras para contar uma história de uma criança, Rosa, uma boneca em tamanho real que sonha em voar. Promovido pela Fundação ArcelorMittal há 14 anos, o Diversão em Cena é o maior programa de formação de público de teatro infantil do país.

Rosa é uma boneca que atua unida ao corpo das atrizes e em alguns momentos ganha vida afastada delas, além de outros objetos que ganham vida em cena, como a galinha e a miniatura da Rosa. O espetáculo estreou no Sesc Bom Retiro, em 2019, e é fruto de uma longa pesquisa das fundadoras da companhia na construção de uma dramaturgia sem palavras que utiliza diversas linguagens expressivas como ferramenta de suas criações.

FICHA TÉCNICA

Criação e Interpretação: Erica Stoppel e Luara Bolandini

Intérprete convidada: Geisa Helena/Adriana Telg

Direção geral: Bruno Rudolf

Co-criação de dramaturgia e assessoria em linguagem de animação e teatro de sombras: Luiz Andre Cherubini (grupo Sobrevento)

Colaboração na criação de dramaturgia: Vera Abbud e Nereu Afonso

Direção de arte: Dani Garcia

Criação de Trilha Sonora: Rodrigo Zanettini e Vinicius Politano

Trilha sonora: Simone Julian (flautas, sax soprano e clarinete) | Felipe Chacon (clarone e tuba) | Vinicius Politano (violão) | Rodrigo Zanettini (piano) | Gabriella Emy Dal’ Jovem (trompete) | Fábia Fusco (clarinete) | Renato Farias (trombone e souzafone) | Débora Predella (violino) | Gabriel Parreira (cello) | Katu Haí (flautas)

Gravação, mixagem e master: João Candau e Felipe Chacon | Estudio: Colméia

Desenho de luz: Domingos Quintiliano

Escultura e confecção da Rosa: Mandy

Concepção de cenário e estruturas: Erica Stoppel e Paulo Sérgio Salzano

Adereços: Jay Oliveira, Dodô Giovanetti e Bruno Rudolf

Fotografia: Carlos Gueller

Direção de Produção: Cia das Rosas

Produção: Marcelo Orquiza

Administração: Norma Souza Tozi

Coordenação Geral: Cia das Rosas

 

SERVIÇO | DIVERSÃO EM CENA

Iracemápolis

Rosa Pequena, Vida de Circo (Companhia das Rosas)

22 de junho, sábado, às 16h.

Local: Teatro Prefeito Virgínio Ometto (R. Pedro Chinelato, 203, Centro)

Classificação indicativa: 2 anos

Duração 45 minutos

320 lugares

Entrada Gratuita

 

Acesso e formação de público

Para contribuir com a democratização do acesso à cultura, a Fundação ArcelorMittal atua com a formação de público e a formação de profissionais para atuarem na área cultural. Neste contexto, destaca-se o Diversão em Cena. Realizado em parceria com grupos e produtores culturais, que contam com patrocínio da ArcelorMittal e Belgo Arames por meio das Leis Federal, Estaduais e Municipais de Incentivo à Cultura, a iniciativa leva apresentações teatrais gratuitas ou a preços populares a teatros, escolas e praças públicas de todo o Brasil. Em 14 anos de programa, o Diversão em Cena já ultrapassou 3 mil espetáculos pelo país e alcançou um público de cerca de 1,3 milhão de pessoas.

 

Sobre a Fundação ArcelorMittal

A Fundação ArcelorMittal é o núcleo de investimento e transformação social do Grupo ArcelorMittal, e sua estratégia principal se divide em três eixos de atuação: educação, cultura e esporte. Por meio de projetos e iniciativas nessas áreas, se propõe a transformar a vida de crianças e jovens de forma coletiva e participativa, compartilhando conhecimento e inovação, contribuindo para a inclusão e a formação de cidadãos para um futuro melhor.

Para contribuir com a democratização do acesso à cultura, a Fundação ArcelorMittal atua com a formação de público e a formação de profissionais voltados à área cultural. Neste contexto, destaca-se o Diversão em Cena. A iniciativa leva apresentações teatrais gratuitas ou a preços populares a teatros, escolas e praças públicas de todo o Brasil.

Saiba mais em: www.famb.org.br.

 

Sobre a Magenta Cultural

A Magenta é uma empresa que contribui para realização de projetos culturais nas suas mais diversas linguagens, oferecendo plano de gestão e produção aos realizadores.

Desde o início de suas atividades no início de 2013, a empresa esteve presente em projetos de responsabilidade sócio cultural, de marketing cultural, de acessibilidade, todos realizados com equipes multidisciplinares e processos colaborativos.

A empresa é fruto da especialização de Maysa Lepique (gestora responsável) que ao longo de sua carreira como atriz sempre esteve envolvida no planejamento, gestão, administração financeira e produção de projetos teatrais.

 

Sobre a Mina Cultural/ EXPERIÊNCIA, CRIATIVIDADE, INOVAÇÃO E ESTRATÉGIA

Com o slogan “Apoiando marcas a mudar o mundo”, a Mina Cultural atua desde 2007 no fortalecimento da imagem e do propósito de empresas por meio de projetos transformadores. Conectar marcas às demandas da sociedade por meio de projetos de impacto, inspirando empresas a serem agentes de transformação, criando soluções criativas e inovadoras para questões sociais e ambientais gerando valor compartilhado.

A Mina Cultural viabiliza a realização de centenas de projetos culturais, esportivos, de saúde, educação e direitos humanos, para os mais diversos públicos em todas as regiões do Brasil, sempre comprometida com empresas que contribuam para um mundo mais justo e sustentável, assumindo responsabilidades e abraçando causas para reforçar sua identidade.

Compartilhe este artigo
Segue:
Adriana Monteiro é coordenadora de conteúdo e estratégia da empresa Ofício das Letras, desde sua fundação, em 1995. É formada em História pela PUC- São Paulo (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), em 1992, e também cursou a Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas na USP (Universidade de São Paulo).