Espetáculo da Trupe Lona Preta, “A Fábrica dos Ventos” faz temporada no Sesc Pompeia

O espetáculo apresenta uma fábula fantástica sobre um reino repleto de bexigas e convoca crianças e adultos a refletir sobre o nosso tempo
A Trupe Lona Preta, renomada companhia com sólida pesquisa voltada aos universos da palhaçaria, da comédia popular e da música, traz ao Sesc Pompeia o espetáculo infantil “A Fábrica dos Ventos”, uma fábula que promete encantar crianças e adultos durante a temporada.

Com direção de Alexandre Matos, Joel Carozzi e Sergio Carozzi – que também estão no elenco ao lado de Wellington Bernado, o espetáculo circense faz temporada de 19 de janeiro a 4 de fevereiro de 2024.

- Publicidade -

O espetáculo conta a história de um reino onde a vida gira em torno das bexigas: o trabalho, o alimento, o lazer. Com dificuldades de respiração e locomoção, o povo trabalha enchendo as bexigas, sobrevivem vendendo a única coisa que lhes restam, o sopro vital. Atendendo às ordens do rei, ao final de cada dia um soldado passa recolhendo todas as bexigas.

Apesar de tudo, os personagens sonham com dias melhores, dias de plena respiração e brisa suave. Nesse sonho, respiram felizes, cantam e tocam instrumentos. Mas também, quando o assunto é consumo, travam disputas brutais entre si.

Em uma noite de natal, um palhaço se vê cercado pela profunda solidão. Até o momento em que encontra seus iguais: o público. O soldado em vão, tenta repreender esse encontro. O palhaço encantado cria um coro poético e musical contra as forças que oprimem a tantos.


O tema da Trupe Lona Preta é a luta de classes em seus diversos aspectos. “Esse trabalho especificamente foi concebido nos meandros da pandemia, motivado pela necessidade de elaborar e digerir temas tão dolorosos e complexos que nos atravessam a todos, adultos e crianças nessa quadra histórica. O ponto fundamental é: morrer de fome, de sede ou de falta de ar no mesmo planeta que já possui plenamente desenvolvidas as condições materiais de superação desse estado de coisas”, contam os criadores.

“O espetáculo aborda temas como, o trabalho, a acumulação, as contradições entre e intra-classes. Temas abordados numa perspectiva de aspiração de um mundo novo, de um mundo mais justo e livre da opressão e da exploração do trabalho. Nesse sentido a Trupe Lona Preta busca com seu teatro apresentar, através da ótica do palhaço, uma forma de olhar para nossa vida cotidiana como se fosse a primeira vez. Assim nosso objetivo é que a arte sirva ao público como mais uma ferramenta para uma apreensão questionadora do mundo”, completa o grupo.

- Publicidade -

Sobre a Trupe Lona Preta
Fundada em 2005, a Trupe Lona Preta desenvolveu uma pesquisa voltada aos universos da palhaçaria, da comédia popular e da música. Ao longo desses dezessete anos de trajetória, criou oito espetáculos, em sua maioria destinados a espaços públicos, ruas e praças, dialogando com diversas faixas etárias. Com esses espetáculos, o grupo já realizou uma ampla circulação dentro e fora do Estado de São Paulo, integrando programações de equipamentos públicos, mostras de teatro, de circo, festivais nacionais e internacionais.

FICHA TÉCNICA:
Elenco: Alexandre Matos, Joel Carozzi, Sergio Carozzi e Wellington Bernado
Direção: Alexandre Matos, Joel Carozzi e Sergio Carozzi
Direção Musical: Joel Carozzi e Wellington Bernado
Figurino: Laura Alves
Iluminação: Giuliana Cerchiari
Cenário: Sergio Carozzi e Joel Carozzi
Produção: Trupe Lona Preta
Produção executiva: Henrique Alonso
Ilustração: Kei Isogai

Serviço

A Fábrica dos Ventos – com a Trupe Lona Preta.
De 19.01 a 04.02, sextas às 19h, sábados e domingos às 17h; e quinta-feira, 25/01, às 17h.
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento.
Para informações sobre outras programações, acesse o portal: sescsp.org.br/pompeia

- Publicidade -


Nos acompanhe!
instagram.com/sescpompeia
facebook.com/sescpompeia

Compartilhe este artigo
Segue:
Autora na Gazeta24h e agora na ImprensaBr, sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *