FI Group expande atuação em Minas Gerais

  • Com novo escritório em Belo Horizonte, empresa busca personalizar atendimento para empresas da região, cuja soma dos dispêndios em P&D chegou a cerca de R$ 500 milhões, apenas em 2022
  • Nos últimos cinco anos, o FI Group cresceu em 108% seu número de clientes no estado, alcançando uma expansão de 144% no valor do negócio
  • Para encabeçar a estratégica regional, companhia nomeou um novo Gerente de Negócios, Armando Andrade, que conta com mais de seis anos de experiência no mercado de inovação.

São Paulo, Novembro de 2023 – O FI Group, consultoria com mais de 20 anos de experiência na captação de financiamentos públicos e incentivos fiscais à inovação, inaugura um novo escritório em Belo Horizonte com o objetivo de atender as empresas de Minas Gerais de forma mais personalizada. O executivo Armando Andrade, graduado em Sistemas de Informação com MBA em Gestão da Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo e mais de seis anos de experiência no setor, vai liderar a operação da unidade, cujo posicionamento é extremamente estratégico para a empresa, que já conta com parceiros expressivos na região, como Azul Pack Filmes e Embalagens, Drogaria Araújo, ArcelorMittal e Banco BS2.

Fernando Duarte, Diretor Administrativo da Azul Pack Filmes e Embalagens enfatiza o bom relacionamento e evolução dos trabalhos em parceria com o FI Group e entende que a abertura do escritório de Belo Horizonte agregará ainda mais valor para a parceria, com uma troca de informações mais dinâmica e assertiva, impulsionando o mapeamento das iniciativas de P&D da organização.

- Publicidade -

Em 2022, a companhia atuou com 79 parceiros de Minas Gerais, sendo 31 de Belo Horizonte. A soma dos dispêndios em P&D (Pesquisa & Desenvolvimento) no período chegou a cerca de R$ 500 milhões, considerando todo o estado mineiro. Além disso, nos últimos cinco anos, o FI Group cresceu em 108% seu número de clientes na região, alcançando uma expansão de 144% no valor do negócio, o que representa um avanço anual de 25%.

O Gerente de Negócios do FI Group em Belo Horizonte, Armando Andrade, ressalta que Minas Gerais encerrou 2020 com o 3º maior PIB do país e que o crescimento do PIB no primeiro semestre de 2023 chegou a 4,4% e já supera os números do mesmo período de 2022 (3,1%). Por isso, Belo Horizonte, por ser a capital do estado, possui grande participação nesses indicadores econômicos, além de fácil acesso às principais regiões do estado. “O FI Group entende que a região apresenta um grande potencial a ser explorado e que a proximidade com os parceiros irá facilitar a sinergia do trabalho, possibilitando que o impulsionamento da inovação seja realizado de modo ainda mais eficaz”, comenta.

A empresa tem como intuito impulsionar a inovação em organizações de qualquer segmento, sendo os maiores parceiros atualmente dos setores de Tecnologia e Indústrias em geral, que apenas em 2022 somaram 228 milhões e 249 milhões em dispêndios em P&D, respectivamente.

Para isso, o FI Group busca estar inserido nos principais ecossistemas de inovação, o que possibilita apoiar cada vez mais as organizações a impulsionarem seus resultados. “Em 2020 Belo Horizonte foi a 4ª cidade com maior contribuição na composição do PIB nacional, conforme números publicados pelo IBGE em 2022. De acordo com o ENAP (Escola Nacional de Administração Pública), o município é o 18ª colocado no Índice de Cidades Empreendedores de 2023, ficando em 15º no quesito inovação. Desta forma, todos esses indicadores demonstram que Belo Horizonte é uma cidade com potencial econômico e inovador muito alto”, reforça Andrade.

O time do novo escritório de Belo Horizonte já é composto por nove profissionais, com foco comercial e técnico. A expectativa da empresa é alcançar um crescimento médio anual de 25% na equipe mineira. “A equipe comercial atua de modo estratégico, demonstrando para as empresas como elas podem impulsionar as inovações por meio dos serviços ofertados pelo FI Group. Já o time técnico, formado por engenheiros e especialistas com conhecimento nos principais segmentos do mercado regional, é envolvido diretamente com os parceiros da região, atuando de modo sinérgico com os times de PD&I dos parceiros, identificando e executando as oportunidades”, afirma.
Inovação na região mineira

- Publicidade -

Armando destaca que, atualmente, o principal mecanismo de fomento à inovação utilizado pelas empresas mineiras é a Lei do Bem. “Além de fornecer incentivo fiscal, a Lei do Bem traz vantagens para as organizações se manterem competitivas em seu mercado de atuação. Assim, por meio da economia gerada pelo mecanismo, é possível reinvestir os valores e gerar cada vez mais inovação, o que alavanca o crescimento das organizações”, explica.

Prova disso é que os dispêndios em P&D por parte das empresas mineiras cresceram mais de 290% nos últimos cinco anos e 260% no benefício da Lei do Bem, o que demonstra que os mecanismos de fomento à inovação estão sendo utilizados de modo eficiente, segundo explica Andrade. “Entre os nossos parceiros, identificamos um crescimento de quase 10% dos dispêndios em inovação de 2021 para 2022, uma vez que, hoje, as empresas sabem que o melhor caminho para ampliar a competitividade no mercado é gerar inovação de modo constante e consistente”, ressalta.

Crescimento sólido e otimista

O FI Group tem a expectativa de crescer, ao menos, 40% em 2024, impulsionado pela atual demanda do mercado. “De acordo com o MCTI, de 2016 a 2021 houve um aumento de 270% no número de empresas que utilizam o incentivo fiscal da Lei do Bem e um aumento de 311% considerando o valor total investido em PD&I declarados por essas empresas no mesmo período. Para se ter uma ideia, o FI Group, em 2021, foi responsável por aproximadamente 30% das candidaturas da Lei do Bem das empresas do estado de Minas Gerais”, relembra Armando.

Atualmente, o FI Group conta com nove escritórios no Brasil, em São Paulo (SP), Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), Brasília (DF), Manaus (AM), Joinville (SC), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e Recife (PE). Assim, o crescimento do escritório de Belo Horizonte está alinhado com a estratégia do FI Group de aumentar ainda mais a sua participação na região, além de levar a oportunidade para outras empresas que ainda não conhecem os mecanismos de fomento à inovação. “O FI Group se coloca estrategicamente nas principais cidades do Brasil, sempre com o objetivo de ter um time consistente que possibilite a atuação assertiva focada no impulsionamento da inovação dos parceiros”, finaliza Andrade.

- Publicidade -


Sobre o FI Group
FI Group é referência no setor de financiamento de PD&I. Com um know-how de mais de 20 anos, o grupo é especialista na obtenção de financiamentos, subvenções econômicas e incentivos fiscais para projetos de PD&I. A consultoria assessora as empresas na gestão de incentivos fiscais (tais como Lei do Bem, Ex-Tarifário, Lei de Informática ou Rota 2030, entre outros) e no financiamento da PD&I, por meio da concepção e da implementação de ações que visam maximizar o desenvolvimento tecnológico e econômico de seus clientes. Globalmente, o FI Group trabalha com mais de 18.000 empresas, e valida anualmente mais de 20 mil projetos.
O FI Boost é a vertente de inovação aberta do FI Group com o programa de aceleração de startups desde 2018 na Espanha e desde 2022 no Brasil.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *