Mônaco tem dobradinha da Jaguar na Fórmula E

As ruas estreitas e sinuosas de Mônaco foram palco de um espetáculo eletrizante neste sábado (27), com a realização da oitava etapa do Campeonato Mundial ABB FIA Fórmula E. A equipe britânica Jaguar TCS Racing dominou a corrida com uma dobradinha impressionante, mostrando uma estratégia impecável que deixou seus concorrentes para trás.

Os pilotos neozelandeses Mitch Evans e Nick Cassidy brilharam nas ruas do Principado, aproveitando ao máximo o jogo de equipe e os momentos estratégicos nos Attack Mode. A dupla da Jaguar praticamente liderou a corrida de ponta a ponta, deixando sua marca na história da categoria.

- Publicidade -

O pódio foi completado pelo belga Stoffel Vandoorne, da DS Penske, e pelo francês Jean-Éric Vergne, também da DS Penske, que conquistaram a terceira e quarta posição, respectivamente. O alemão Pascal Wehrlein, da TAG Heuer Porsche, que largou na pole-position, teve que se contentar com o quinto lugar, mas ainda lidera o Mundial dos carros elétricos com 102 pontos.

No entanto, os brasileiros Sérgio Sette Câmara, da ERT, e Lucas di Grassi, da ABT Cupra, não tiveram sorte em Mônaco, terminando a corrida em 19º e 11º lugar, respectivamente. Sette Câmara foi prejudicado por um toque durante a corrida, enquanto Di Grassi mostrou determinação ao quase entrar no top 10 após uma recuperação impressionante.

Esta foi a 124ª corrida na história da Fórmula E e a quarta vez que Mônaco recebeu a categoria. Para Mitch Evans, que conquistou sua primeira vitória no Principado, esta foi uma realização especial após algumas tentativas frustradas no passado.

“Finalmente, conseguimos essa vitória tão almejada. Mônaco é um lugar único, cheio de histórias, e é uma honra ter meu nome gravado aqui”, declarou Evans, líder do Mundial dos construtores pela Jaguar. “Nossa estratégia foi perfeita. Eu estava confiante na vitória, mas sabemos que nunca podemos subestimar essa pista imprevisível. No final, conseguimos alcançar nosso objetivo e isso é fantástico para toda a equipe.”

A estratégia da Jaguar TCS Racing foi elogiada pela sua eficácia. Evans e Cassidy assumiram a liderança na volta 11, após largarem na segunda fila, e a partir daí, controlaram a corrida com maestria. O uso inteligente do modo ataque e das entradas do safety car garantiram a vitória para a equipe.

- Publicidade -

Com esta corrida, a Fórmula E registrou sete vencedores diferentes em oito provas este ano, destacando a competitividade da categoria. A próxima etapa será realizada em Berlim, na Alemanha, nos dias 11 e 12 de maio, como parte da emocionante décima temporada, que conta com um total de 16 E-Prix.

Compartilhe este artigo
Katarine Monteiro é jornalista especializada em esportes olímpicos e em saúde. Com cobertura de grandes eventos internacionais, como Jogos Pan-Americanos em Lima 2019, Qatar Total Open 2020, Qatar ExxonMobil Open 2019 - tênis em Doha (QT), Semana de Vela de Ilhabela, Transat Jacques Vabre 2019 (França-Brasil), L'Étape Brasil by Tour de France, também já fez coberturas de natação, maratona aquática, vôlei, polo aquático, Fórmula E, vela, skate e boxe, além de eventos esportivos como assessora de imprensa, relações públicas e social media.