O que vestir para entrevista de emprego de acordo com a profissão

Estrategista de marca e imagem pessoal traz dicas para causar uma boa impressão

Uma entrevista de emprego é um momento crucial na busca por uma oportunidade profissional. Além das habilidades e experiências, a aparência pessoal desempenha um papel importante na criação de uma primeira impressão positiva. Para ajudar os candidatos a se destacarem, a estrategista de marca e imagem pessoal, Carol Nogueira, compartilha dicas valiosas sobre o que vestir de acordo com cada profissão.

“A maneira como você se veste para uma entrevista de emprego pode influenciar diretamente a percepção do recrutador sobre sua adequação à vaga”, afirma Carol Nogueira. “Cada profissão tem suas próprias normas de vestimenta, e entender essas nuances pode fazer toda a diferença na hora de causar uma impressão positiva.”

Ao criar sua estratégia de vestimenta para uma entrevista de emprego, Carol Nogueira recomenda considerar os seguintes aspectos:

Pesquisa: Conheça a cultura da empresa e a imagem que ela busca transmitir. Isso ajudará você a adaptar seu estilo à cultura corporativa e ao perfil desejado.

Dress code: Analise qual é o dress code da profissão para a qual você está se candidatando. Alguns setores, como finanças ou advocacia, exigem trajes formais, enquanto outros, como marketing ou design, permitem uma abordagem mais casual.

Profissionalismo: Independentemente da área, é crucial manter um visual profissional e bem arrumado. Evite roupas muito justas, decotes reveladores ou estampas chamativas.

Atenção aos detalhes: Preste atenção aos pequenos detalhes, como cuidar da higiene pessoal, escolher roupas bem passadas e garantir que seus sapatos estejam limpos e em bom estado.

Autoexpressão: Demonstre sua personalidade através de acessórios sutis ou peças que reflitam seu estilo pessoal, sem exagerar. Isso ajudará a transmitir confiança e autenticidade durante a entrevista.

“A maneira como você se veste é uma parte importante da sua marca pessoal. Sua roupa pode comunicar sua confiança, profissionalismo e aderência à cultura empresarial. Portanto, certifique-se de escolher uma roupa adequada que o ajude a causar uma primeira impressão positiva”, finaliza Carol.

Sobre Carol Nogueira

Carol Nogueira é especialista em imagem e marca pessoal comportamental, graduada em

marketing pela ESAMC, técnico em estilismo e coordenação de moda pelo Senac,

psicanálise com linguagem do corpo pelo Instituto Cristina Cairo, morfopsicologia por

Julian Gabarre e microexpressão facial por Dr. Freitas Magalhães entre outras

Especializações, como visagismo e fisignomonia.

Para Carol, a identidade de uma pessoa é uma marca pessoal que vai além da aparência,

ela precisa estar conectada a essência e valores, isso inclui a sua fisiologia, personalidade

e comportamento. Com essa determinação, Carol desenvolveu seu próprio método ao conectar consultoria de imagem e análise comportamental psicanalítica que possibilita a pessoa usar a sua marca pessoal de forma estética e estratégica para atingir resultados lucrativos. Entre seus clientes, a profissional atende empresários e instituições como Hyperapharma, Shopping Cidade Jardim, Resound GN, Camicado, SBTD, Mustela, Reckitt Benckiser e Boehringer Ingelhein.

PROFISSÕES

Empreendedora Digital – A atenção é 100% na parte superior do corpo, sendo assim o cuidado com os cabelos e o cuidado com a face são essenciais. Use peças de roupa de acordo com o seu segmento como se estivesse em uma reunião presencial. Evite pijama ou roupas de ficar em casa e fundo com pessoas passando atrás ou fazendo barulho.

Advogada- As roupas formais ainda são exigidas, principalmente se você precisa ir ao tribunal. Camisa social sem estampa ou com estampas discretas, blazer, cores que não chamem muito atenção, decotes acima das axilas e peças ajustas ao corpo. Vista-se com elegância e claro de forma confortável para você.

Psicóloga- Os tons médios e claros são os mais indicados para que o paciente se sinta confortável e ao mesmo tempo seguro durante o atendimento. O uso de jaleco é opcional (exceto em hospitais), caso faça uso evite modelos muito chamativos. Use peças mais clássicas como uma camisa ou blusa de seda, saia plissada nos joelhos, blusas de gola alta e de preferência sapatos fechados se for atender homens.

CEO – As linhas mais retas como blazer, saias lápis e camisa são uma ótima opção para dar estrutura na sua comunicação, use com alguma peça que traga mais acessibilidade como blusa de seda, brincos arredondados e batom mais suaves. Dessa forma é possível equilibrar a feminilidade com autoridade.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário