Prêmio Ruth Sonntag destaca o trabalho de mulheres cientistas

PRÊMIO RUTH SONNTAG DESTACA O TRABALHO DE MULHERES CIENTÍSTASA vereadora Janaína Lima indicou a Dra. Magda Carneiro Sampaio ao prêmio Ruth Sonntag e destacou a importância da CiênciaPelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal de São Paulo homenageia, com o Prêmio Ruth Sonntag Nussenzweig, mulheres cientistas, médicas ou profissionais da Saúde, em evento na Câmara Municipal de São Paulo (01/12). A premiação reconhece o trabalho de mulheres cientistas, médicas ou profissionais da saúde, que se destacaram no setor de pesquisa científica ou no avanço da medicina. Foram homenageadas as médicas: Dra Magda Carneiro Sampaio; Dra. Enilde Borges Costa, Dra. Fernanda Okita; Prof. Dra. Helena Bonciani Nader; Prof. Prof. Dra. Maria Aparecida Amaro Malvestio; Dra. Natalia Pasternak e a Prof. Dra. Patrícia Jundi Penha. Elas foram indicadas por vereadoras da Câmara Municipal e por líderes partidários sem parlamentares mulheres. A vereadora Janaína Lima indicou Prof. Dra. Magda Carneiro Sampaio, professora titular do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da USP, e presidente do Conselho Diretor   do Instituto da Criança e Adolescente. Para a vereadora, a Dra. Magda Carneiro Sampaio é um exemplo de dedicação ao estudo e desenvolvimento da criança. “A indicação ao prêmio se justifica pelo empenho em entender o desenvolvimento imunológico da criança desde o nascimento. Seus estudos e projetos deram grande contribuição para o avanço da saúde” disse a vereadora. Janaína Lima destacou a importância da Ciência lembrou e que o Prêmio Ruth Sonntag Nussenzweig, foi instituído ano passado em um momento muito delicado do país, que havia acabado de sair de uma pandemia, com efeitos desastrosos, e a boia da salvação foi a ciência. Ruth Sonntag Nussenzweig, professora e pesquisadora, que dá nome ao prêmio, faleceu em 1º de abril de 2018, deixando um grande legado para a ciência. Ruth Sonntag nasceu na Áustria, em 1939 e aos 11 anos veio para o Brasil com seus pais médicos, fugindo da perseguição nazista. Formou-se em medicina pela USP e fez sua trajetória na pesquisa com estudos sobre a doença de Chagas e contribuições importantíssimas no desenvolvimento da vacina contra a malária.

Pelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal de São Paulo homenageia, com o Prêmio Ruth Sonntag Nussenzweig, mulheres cientistas, médicas ou profissionais da Saúde, em evento na Câmara Municipal de São Paulo (01/12). A premiação reconhece o trabalho de mulheres cientistas, médicas ou profissionais da saúde, que se destacaram no setor de pesquisa científica ou no avanço da medicina.
Foram homenageadas as médicas: Dra Magda Carneiro Sampaio; Dra. Enilde Borges Costa, Dra. Fernanda Okita; Prof. Dra. Helena Bonciani Nader; Prof. Prof. Dra. Maria Aparecida Amaro Malvestio; Dra. Natalia Pasternak e a Prof. Dra. Patrícia Jundi Penha. Elas foram indicadas por vereadoras da Câmara Municipal e por líderes partidários sem parlamentares mulheres.

A vereadora Janaína Lima indicou Prof. Dra. Magda Carneiro Sampaio, professora titular do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da USP, e presidente do Conselho Diretor   do Instituto da Criança e Adolescente.

- Publicidade -

Para a vereadora, a Dra. Magda Carneiro Sampaio é um exemplo de dedicação ao estudo e desenvolvimento da criança. “A indicação ao prêmio se justifica pelo empenho em entender o desenvolvimento imunológico da criança desde o nascimento. Seus estudos e projetos deram grande contribuição para o avanço da saúde” disse a vereadora.
Janaína Lima destacou a importância da Ciência lembrou e que o Prêmio Ruth Sonntag Nussenzweig, foi instituído ano passado em um momento muito delicado do país, que havia acabado de sair de uma pandemia, com efeitos desastrosos, e a boia da salvação foi a ciência.
Ruth Sonntag Nussenzweig, professora e pesquisadora, que dá nome ao prêmio, faleceu em 1º de abril de 2018, deixando um grande legado para a ciência.

Ruth Sonntag nasceu na Áustria, em 1939 e aos 11 anos veio para o Brasil com seus pais médicos, fugindo da perseguição nazista. Formou-se em medicina pela USP e fez sua trajetória na pesquisa com estudos sobre a doença de Chagas e contribuições importantíssimas no desenvolvimento da vacina contra a malária.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *