Prestex realiza ação voluntária de Páscoa

Além de desenvolver engajamento e habilidades soft skills, o voluntariado gera valor para a comunidade e reflete no bem-estar e na saúde mental dos colaboradores

“Saber que posso ajudar alguém faz meus olhos brilharem e o coração se encher de gratidão. Pretendo continuar o caminho do voluntariado!” É com este sentimento que a analista de contas a receber do setor de logística, Thaiane Campos Rocha, 27 anos, participa das ações sociais propostas pela empresa que trabalha, a Prestex, referência em logística emergencial para todo o Brasil.

Segundo dados divulgados pelo IBGE, o Brasil contabilizou 7,3 milhões de pessoas que realizaram trabalho voluntário em 2022, 86% delas foi por meio de iniciativas de uma empresa, organização ou instituição. O Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial (CBVE), em análise de pesquisas realizadas pela entidade nos últimos anos, ressalta que as ações sociais corporativas estão crescendo de forma sustentada e qualificada, com programas institucionalizados e maior capacidade de engajamento, mobilização e resposta às demandas da sociedade.

- Publicidade -

Para a Prestex, que realiza ações voluntárias periodicamente, a iniciativa fortalece o vínculo colaborador/empresa/comunidade e o engajamento social, além de ter um impacto positivo nas instituições atendidas, uma vez que desperta o sentimento de pertencimento, incentivando a continuidade do trabalho voluntário.

Uma destas iniciativas é a Ação Voluntária de Páscoa, que segundo a head de Gente e Gestão, Márcia Yoshida, já virou tradição na Prestex. “Todos os anos avaliamos algumas ONG’s para conhecer o trabalho, doar chocolates e incentivar nossos colaboradores às ações solidárias. Este ano escolhemos a Casa da Criança e do Adolescente de Santo Amaro, que fica bem próxima à sede administrativa da Prestex e faz um trabalho muito importante de acolhimento, proteção e desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, explicou. Para cada chocolate doado pelos colaboradores, a empresa doará em dobro.

A jovem Vitória Rocha Normandia, hoje aos 19 anos, é auxiliar administrativa da Casa da Criança e do Adolescente de Santo Amaro, organização que conheceu aos 6 anos de idade, quando participava das atividades socioeducativas da entidade, enquanto sua mãe trabalhava. Aos 14 anos, Vitória entrou como Jovem Aprendiz na Casa, onde estagiou até ser efetivada. É ela quem receberá os colaboradores da Prestex na Ação Voluntária de Páscoa: “Preparamos uma interação com as crianças para que possam conhecer nossa entidade. Muitos, ao verem a diferença que fazemos na vida das crianças e dos adolescentes, envolvem-se posteriormente de outras formas: ou tornam-se doadores mensais, ou voluntariam-se individualmente ou divulgam a organização”, ressalta. Para Vitória, o voluntário é um agente de transformação, que investe seu tempo em prol de uma causa, alinhada consigo mesmo, com o outro e com a instituição.”

Compartilhe este artigo
Segue:
Biografia Assessora de Imprensa, Especialista em Comunicação Corporativa, Media Training, Edição de Revistas, Relatórios de Sustentabilidade e Projetos Especiais.