Quer emagrecer para o verão? 5 dicas para acelerar o seu metabolismo

O médico Leonardo Matthew, referência em emagrecimento, compartilha algumas orientações para que o organismo responda de forma mais ágil e eficiente

Às vésperas do verão, muitas pessoas buscam emagrecer para fortalecer a autoestima e se sentirem mais à vontade ao usar roupas de praia. No entanto, combater o sobrepeso e a obesidade é um grande desafio e depende de um trabalho conjunto e multidisciplinar, explica o nutrólogo, referência em emagrecimento, Leonardo Matthew.

De acordo com o médico, para pessoas com sobrepeso e obesidade é fundamental que se faça uma investigação preliminar para identificar os fatores que estão contribuindo para o excesso de peso. “Muitas vezes são pacientes que apresentam algum desequilíbrio metabólico ou hormonal que facilita o acúmulo de tecido adiposo. Também envolve a questão alimentar, o sedentarismo, mas vai além disso, por isso é fundamental considerar todos os aspectos para avaliar a pessoa de forma integrada e assim estabelecer um tratamento individualizado”, avalia Leonardo.

E uma das principais estratégias para promover um emagrecimento efetivo e progressivo é acelerar o metabolismo, através de um conjunto de práticas que vão desde prescrição de medicamentos e suplementos específicos até mudança de hábitos. “O paciente que tem obesidade terá muita dificuldade para emagrecer apenas reduzindo calorias com dieta, é preciso adotar uma abordagem integrada para que esse processo seja sustentável para a pessoa, ou então, não será duradouro”, destaca o médico, que reuniu algumas dicas para quem busca emagrecer:

Beber água
“O básico bem-feito antes de pensar no avançado.” Por isso beber a quantidade de água adequada é fundamental para manter o organismo funcionando. Sabe aquela indisposição ao longo do dia, principalmente quando você consome muito café ou diuréticos? Isso pode ser um sinal de baixa ingestão de água. Além disso, beber a quantidade adequada de água ajuda a evitar o inchaço causado pela retenção de líquidos.

Não pular o café da manhã
“O horário da refeição é tão importante quanto o tipo de alimento que se come”, destaca Leonardo. Segundo ele, pular o café da manhã é uma tática que algumas pessoas adotam na tentativa de perder peso, mas na verdade, o efeito pode ser contrário. É a refeição mais importante para iniciar o dia e a dica é apostar em um aporte adequado de proteínas para garantir saciedade nas refeições seguintes ao longo do dia e evitar aquele desejo de doce no final do dia.

Atenção ao horário que se come
Outra dica é evitar se alimentar tarde da noite: o ideal é comer preferencialmente antes das 19h. “Jantar mais cedo melhora a ação e sensibilidade da nossa insulina e consequentemente da melatonina, ajudando a melhorar a qualidade do sono e diminuindo os riscos de doenças metabólicas”, explica.

Dormir bem
Reduzir a quantidade de sono pode alterar a forma como o corpo sinaliza a fome e a sensação de saciedade, pois diminui os níveis de leptina e aumenta os níveis de grelina. Isso também pode influenciar as escolhas alimentares, explica o médico. Portanto, a mudança nos padrões de sono pode causar desequilíbrios hormonais que dificultam o emagrecimento. Manter uma higiene do sono é essencial para manter o corpo em equilíbrio, regular os níveis de saciedade e o estresse.

Procurar profissionais capacitados
Contar com o acompanhamento profissional para emagrecer é importante para garantir a saúde em todas as etapas e ainda otimizar esse processo com o suporte de medicamentos e suplementos prescritos de forma individualizada, de acordo com as necessidades de cada pessoa. “A pessoa engorda por vários motivos e esse acompanhamento é necessário para investigar o que pode estar alterado no organismo da pessoa que a impede de emagrecer de maneira eficaz, saudável e sustentável”, comenta Leonardo.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário