Sem dor: conheça os tratamentos inovadores e minimamente invasivos de varizes e microvasos

Médica angiologista, cirurgiã vascular e sócia da Clínica Sanjuan, Maria Clara Sanjuan explica quais terapias contemporâneas permitem que o paciente tenha a melhor experiência no tratamento de varizes

Causadas pela dilatação das veias, as varizes são condições crônicas que afetam cerca de 38% da população brasileira, segundo a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular. Além de serem esteticamente desagradáveis, varizes e microvasos são sinais de que existe algum grau de insuficiência circulatória e podem causar sintomas como dores e inchaços, principalmente na região das pernas. Entretanto, diante de tecnologias inovadoras e terapias minimamente invasivas, esse problema pode ser tratado de forma mais rápida e segura em consultório, sem dores ou desconfortos para os pacientes.

Uma das práticas da medicina contemporânea que permite segurança, sensação de bem-estar e um tratamento de varizes indolor, é o uso de óxido nitroso no momento da sessão, afirma a médica angiologista, cirurgiã vascular e sócia da Clínica Sanjuan, Maria Clara Sanjuan. De acordo com ela, o gás tem uma ação analgésica que promove uma sensação de relaxamento e bem-estar, sem perda da consciência, e permite que o paciente tenha uma experiência muito mais confortável durante o seu tratamento de varizes no consultório.

“O óxido nitroso é um gás administrado por via inalatória, que proporciona relaxamento ao paciente, diminuindo aquela ansiedade que é bem comum quando vamos iniciar um tratamento médico e que pode, inclusive, aumentar a sensibilidade do corpo e potencializar dores. Com o gás administrado, o paciente muitas vezes dorme durante a sessão e, com isso, torna-se possível fazer tratamentos maiores e mais estendidos muitas vezes substituindo a necessidade de cirurgias no centro cirúrgico”, esclarece Maria Clara.

Além disso, a angiologista explica que o ácido nitroso rapidamente é metabolizado pelo organismo, permitindo que o paciente volte à sua condição normal no fim do tratamento e execute suas atividades rotineiras sem nenhuma dificuldade. “É uma prática que convida todos aqueles que querem tratar as varizes e microvasos, mas têm medo da dor ou fobia de agulhas ao iniciarem a terapia. O óxido nitroso pode ser usado em conjunto com todos os tipos de tratamentos para as varizes, como o laser transdérmico e endolaser”, destaca a cirurgiã vascular.

Uma outra novidade da Clínica Sanjuan é o uso do laser endovenoso para o tratamento de veias safenas doentes e varizes calibrosas, de forma ambulatorial, ou seja, fora do hospital. “Para os casos mais avançados de varizes, com comprometimento da veia safena, o tratamento padrão ouro é a termoablação com endolaser, a qual, através de um furinho na pele, passamos uma fibra de laser, guiada por ultrassom, e então queimamos a parede deste vaso doente”. Segundo Maria Clara, essa já é a realidade da Europa e Estados Unidos há mais de 10 anos por ser uma técnica moderna e minimamente invasiva, que permite que o paciente não precise ficar internado e volte às suas atividades habituais de maneira mais rápida e confortável.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário