Startup baiana de bolsas de estudo fecha primeiro semestre com saldo positivo e novas vagas em todo o Brasil

O programa de bolsas de estudos Mais Solidário fecha o primeiro semestre com saldo positivo. Com o intuito de facilitar o caminho para estudantes de baixa renda realizarem o sonho de uma vaga no ensino superior e no mercado do trabalho, a startup criada pelo professor baiano Mozart Estrela chegou à Rondônia, Minas Gerais, Pernambuco e celebra a participação no programa de aceleração InovAtiva Brasil. A Mais Solidário também lança uma plataforma de qualificação profissional com cursos Técnicos, Aperfeiçoamento e Pós Graduação focados em Compensação Social e ESG.

A Mais Solidário conecta alunos às instituições de graduação, pós-graduação e ensino técnico que detém vagas ociosas com condições acessíveis que dispensam a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Acabamos de participar de dois eventos incríveis para nossa startup, o Rondônia Rural Show, onde tivemos a oportunidade de apresentar a Mais Solidário para estudantes rondonienses. E ainda, participamos mentorando equipes de alunos geniais durante as atividades de aceleração de projetos”, conta o CEO Mozart Estrela.

Segundo o professor, após Rondônia, foi a vez da NEON Sebrae em João Pessoa, Pernambuco. “Outro evento de sucesso onde pudemos apresentar a oportunidade aos atores da Educação regional e a estudantes pernambucanos. Em seguida, recebemos a notícia da InovAtiva Brasil, um grande momento para nossa startup. E no último final de semana participamos presencialmente do programa em São Paulo, com saldo positivo e muitas novidades para os nossos estudantes”, assinala o CEO.

Criado em 2017, o Mais Solidário busca promover a inclusão social por meio da educação para estudantes de baixa renda que não tiveram acesso ou êxito no Enem. Para isso, a iniciativa oferece bolsas de estudos parciais, que chegam a até 80% de desconto em instituições privadas.

“Muitas pessoas que desejam fazer a sua graduação passam por um período de incertezas, principalmente quando o assunto é Fies [Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior] e Prouni [Programa Universidade para Todos]. Muitos acadêmicos concluem seus cursos com uma dívida que chega a durar por volta de 15 anos, e sem a garantia do emprego posterior à formatura”, comenta o CEO do Mais Solidário, Mozart Estrela, professor universitário e mestre em Desenvolvimento Regional.

A startup educacional baiana, de acordo com Estrela, foca nas cerca de 3,2 milhões de vagas ociosas por não serem preenchidas por alunos que dependem da nota do Enem para pedir financiamento em programas federais. O professor explica que este número representa 52% das 6,1 milhões de vagas para cursos superiores oferecidas pelas instituições de ensino de todo o Brasil.

Através da Mais Solidário, estudantes de todo o país tem oportunidades de estudo das mais variadas, incluindo cursos presenciais e à distância. A lista inclui formação em áreas como Ciências Contábeis, Nutrição, Pedagogia, Enfermagem, entre diversos outros. Entre os cursos mais procurados estão: Direito, Enfermagem, Pedagogia, Análise de Desenvolvimento de Sistemas e Administração.

Entre as instituições parceiras estão a Faculdade de Tecnologia e Ciências da Bahia (Fatec), Faculdade Batista Brasileira, Faculdade Santíssimo Sacramento, além de diversas outras. O acesso aos cursos é feito por meio do site do Mais Solidário.

Uniedutec

O programa Mais Solidário iniciou na Bahia mas segue conquistando o país. Com o advento da tecnologia, a educação teve a oportunidade de se democratizar e estar a um clique de alunos de todo o Brasil. “Com esse objetivo firme em nosso trabalho, acabamos de celebrar parceria com a prefeitura de Belo Horizonte (MG). A Mais Solidário chega na cidade como Programa de Bolsas de Estudos para os Servidores e UNIEDUTEC como plataforma de qualificação através dos sites
https://www.cpetcursotecnico.com.br/ead/maissolidario e https://www.cpetcursotecnico.com.br/ead/maissolidariocastroalves. Através deste Projeto mais de 50 pessoas estão estudando cursos de graduação Tecnólogos com Bolsas de Estudos de 100% bancadas pelos Anjos”, comemora o CEO e professor Mozart Estrela.

A startup baiana está nas redes sociais através do @maissolidario. Mais informações sobre bolsas de estudos e outras oportunidades de ensino pelo endereço https://www.maissolidario.com.br/ e https://www.uniedutec.com.br.

Compartilhe este artigo