5 dicas para cuidar dos olhos no verão

A oftalmologista Fernanda Fernandes aconselha desde o uso de óculos de sol até a adoção de cuidados específicos em ambientes aquáticos

O período mais quente do ano traz consigo as tão esperadas férias, viagens e festividades de final de ano. Com as altas temperaturas, é comum que as pessoas passem mais tempo sob a luz solar, imersas em águas de piscinas e mares, o que aumenta o risco de alguns problemas oculares. Por isso, nesta época, é essencial ter atenção redobrada com os olhos, alerta a oftalmologista Fernanda Fernandes.

De acordo com a médica, não é apenas a pele que precisa de cuidados no verão, os olhos também precisam de atenção especial. Nessa época do ano, algumas condições oculares podem ser mais prevalentes devido às mudanças nas condições ambientais e comportamentais. “Temperaturas mais altas, maior umidade do ar e mais atividades em ambientes externos podem aumentar os casos de conjuntivites, ceratites, olho seco, alergias e lesões oculares”, explica.

Para curtir o verão com tranquilidade, confira 5 dicas da médica para manter a saúde ocular em dia:

  1. Use óculos de sol

Proteger os olhos dos danos causados pela exposição solar é uma prática essencial para preservar a saúde ocular. “É importante, ao comprar os óculos de sol, certificar-se que ofereçam proteção contra os raios UVA e UVB, pois esses raios podem causar danos cumulativos aos olhos ao longo do tempo”, recomenda.

  1. Evite longos períodos de exposição solar

Embora a luz solar seja benéfica, a exposição prolongada pode desencadear ou agravar problemas nos olhos. “Para minimizar esses riscos, recomendo apostar em acessórios como bonés, chapéus e viseiras, além dos óculos de sol. São medidas simples que protegem não só dos raios solares, mas também do vento excessivo e areia nos olhos. Lembre-se também de manter uma boa hidratação e, se necessário, usar colírios lubrificantes prescritos por oftalmologista para reduzir os sintomas de olho seco”, diz Fernanda.

  1. Cuidados com a piscina e o mar

Desfrutar de um refrescante mergulho, seja na piscina, no mar ou em um lago, é uma delícia nos dias quentes, mas é importante estar ciente de que esses ambientes aquáticos podem desencadear sintomas oculares, sobretudo na água salgada do mar ou com cloro das piscinas. “Para quem pratica esportes aquáticos, o uso dos óculos de mergulho reduz significativamente as irritações provocadas pelo cloro e outras substâncias na superfície ocular. Para os usuários de lentes de contato, é contra indicado qualquer tipo de banho enquanto estiver de lentes, pois aumenta muito o risco de infecção ocular”, explica Fernanda.

  1. Cuidado ao aplicar produtos no rosto e cabelo

Outro cuidado importante envolve a utilização de protetores solares, óleos, cremes e outros produtos de beleza e higiene para o rosto, pele e cabelo, como orienta a especialista: “Ao aplicar esses produtos, é importante ter em mente que mesmo aqueles formulados para aplicação específica no rosto podem causar irritações oculares se entrarem em contato com os olhos. Portanto, evite aplicar produtos muito próximos aos olhos, principalmente se você for mergulhar”.

  1. Evite tocar os olhos

Quem nunca sofreu com algum cisco ou grão de areia que entrou no olho durante um passeio à praia? Automaticamente, levamos a mão ao rosto e começamos a coçar. Pode até parecer uma atitude inocente e correta, mas é aí que mora o perigo. “Geralmente, quando estamos nesses ambientes, dificilmente a mão vai estar higienizada adequadamente. É nesse momento que os olhos podem ser porta de entrada para microrganismos como vírus e bactérias. Além disso, ao tentar tirar o “cisco”, você pode acabar machucando ainda mais os olhos. Por isso, utilize água limpa da garrafa ou de chuveiros disponíveis na praia para enxaguar suavemente os olhos e remover as partículas indesejadas”, orienta Fernanda.

Sobre Fernanda Fernandes

A médica Fernanda Fernandes é graduada em medicina pela Universidade Federal da Bahia, com Residência em Oftalmologia no Hospital das Clínicas (BA), onde foi Fellowship em Córnea e Doenças externas. Atua na oftalmologia geral e no tratamento de miopia, lentes de contato, córnea e doenças externas.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário