Crise de queimadas e estiagem assolam Roraima

Roraima enfrenta uma crise severa de queimadas, com 2.057 focos registrados em fevereiro, representando 45% de todos os focos no país. Desde o início do ano, já são 2.661 focos, ultrapassando os números de 2023. Nove municípios estão em emergência devido à estiagem, agravada pelo El Niño. Os mais afetados foram Mucajaí, Caracaraí, Amajari e Rorainópolis.

A forte estiagem reduziu a produção de água potável em 20%, causando baixa pressão na rede de distribuição. O governo instalou pontos de coleta de água gratuita e disponibiliza abastecimento na matriz da Caer. O Corpo de Bombeiros alerta para a prática local de queimadas, exacerbando a situação.

- Publicidade -

O governo estadual está preocupado com o cenário, destacando períodos anteriores de seca e queimadas. Medidas de combate incluem convocação dos prefeitos para planejar ações e solicitação de apoio federal para enfrentar a crise.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *