Doença de Crohn: entenda a doença que levou Evaristo Costa para a UTI

Coloproctologista do Itaigara Memorial Gastro-Hepato Endoscopia explica sobre os sintomas e formas de prevenção das complicações da Doença de Crohn

Recentemente, o jornalista Evaristo Costa compartilhou em suas redes sociais que por um ano recebeu um diagnóstico errado de gastrite quando na verdade ele tinha a Doença de Crohn. Atualmente internado no Reino Unido, ele precisou ser hospitalizado após uma sepse urinária como complicação relacionada à doença. Alguns dos sintomas que levaram o jornalista à emergência foram diarreias (devido à doença, pode conter sangue), febre e perda de peso.

Segundo a coloproctologista do Itaigara Memorial Gastro-Hepato Endoscopia, Lina Codes, a condição pode afetar qualquer parte do sistema gastrointestinal, desde a boca até o ânus. “A Doença de Crohn apresenta sintomas como diarreia persistente (que dura mais de 30 dias) ou quadros diarreicos frequentes e intermitentes ao longo de meses; dor abdominal; muco (tipo catarro) ou sangramento nas fezes; perda de peso e abscessos e fístulas na região anal”, explica Lina Codes.

Ainda de acordo com a médica, em alguns casos, o paciente pode desenvolver complicações que necessitem de intervenção cirúrgica. Por isso, o diagnóstico precoce e o acompanhamento especializado multidisciplinar são fundamentais.

O Itaigara Memorial Gastro-Hepato Endoscopia conta com o serviço da Clínica do Intestino com uma equipe multidisciplinar para atender aos pacientes com Doença de Crohn. A equipe é composta por coloproctologistas, gastroenterologistas, psicóloga, dermatologista, oftalmologista e nutricionista. O Itaigara Memorial Clínica do Intestino oferece tratamento completo ao paciente, incluindo consultas especializadas, avaliação nutricional e psicológica, além do tratamento clínico e exames complementares como Endoscopia Digestiva Alta, Video Cápsula Endoscópica e Colonoscopia.

Compartilhe este artigo
Segue:
Autora na Gazeta24h e agora na ImprensaBr, sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário