Em sua primeira edição, Fórum Nacional em Segurança – Pacto Pela Vida 2024 é case de sucesso

O programa Pacto Pela Vida, realizado pela B&Q, tem reconhecimento nacional e internacional, com diretrizes focadas em promover a segurança dos profissionais que atuam na área de energia

Nesta segunda-feira (22), o auditório José Flávio Costa Lima, na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em Fortaleza, foi palco para especialistas locais e nacionais debaterem temas como trabalho seguro, sustentabilidade ambiental e gestão empresarial. A primeira edição do Fórum Nacional em Segurança Pacto Pela Vida foi realizada pela B&Q e iniciou com a palestra “A bola não entra por acaso”, ministrada por Marcelo Paz, CEO do Fortaleza Esporte Clube, que destacou a importância de planejar e executar visando os melhores resultados. O evento teve como objetivo promover a conscientização acerca de uma atuação segura e sustentável, dar destaque às inspeções e treinamentos, apresentar as novidades do Programa Pacto Pela Vida, prestar reconhecimentos, visando um engajamento cada vez maior e crescimento por parte dos profissionais da área de energia. Cerca de 90 líderes, que atuam em todo o Brasil, compareceram ao Fórum.

- Publicidade -

A iniciativa contou com a participação do Presidente do TRT- 7ª Região, Desembargador Durval César Vasconcelos Maia; do presidente da FIEC e da Associação Nordeste Forte, Ricardo Cavalcante; do Superintendente Regional do SESI Ceará e Diretor Regional do SENAI, Paulo André Holanda; do Gerente do Departamento de Operação Regional da CHESF Fortaleza, Tarcísio Vieira; da Diretora Presidente da Enel Distribuição Ceará, Márcia Sandra Vieira, dentre outros gestores de grandes empresas do setor, como ENGIE e CPFL.

Segundo o CEO da B&Q, Luis Carlos Queiroz, “o diferencial do Pacto Pela Vida é o envolvimento da família com a empresa. Ao ser contratado, o colaborador assina um termo de responsabilidade, se comprometendo a cuidar de si mesmo e dos seus companheiros de trabalho, mediante a execução das normas de segurança e boas práticas. Um familiar próximo, indicado pelo colaborador, assina o mesmo termo como avalista. Com a utilização da inovação e da inteligência artificial, os procedimentos de segurança são monitorados e o avalista é informado sobre as boas práticas realizadas e sobre os descumprimentos de quaisquer normas. O resultado dessa parceria entre empresa e família é engajamento”.

Na oportunidade, Ricardo Cavalcante, presidente da FIEC, registrou: “Parabenizo a B&Q por estar realizando este evento, onde a preocupação é a vida e a segurança no trabalho. A empresa atua em uma área muito importante da economia do estado do Ceará e precisamos dizer que estamos muito felizes em ter a B&Q, esta grande empresa, que não é só do Estado do Ceará, mas que atua em todo o Brasil, realizando este treinamento aqui na Federação das Indústrias. É motivo de muito orgulho”.

Fotos: B&Q/Agência OCTACOM

Compartilhe este artigo
Segue:
Editora e criadora da Rede Brasileira de Notícias. Fazendo também parte da redação do Imprensabr. Sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *