Grupo Ciranda Cultural participa da Flipinha com 100 títulos num Pé de Livro

Grupo Ciranda Cultural na Flipinha com Pé de Livro 

Obras de qualidade e originalidade a preços acessíveis foram sempre motes da Editora, que ao longo desses trinta anos de atividades ininterruptas se destacou como uma das líderes do segmento do porta-a-porta. Tradicionalmente, a programação da Flipinha conta com os Pés de Livro, onde o público infantil e infanto-juvenil encontram um espaço confortável para conhecer obras de editoras parceiras. No pé de árvore da Ciranda Cultural são disponibilizados 100 títulos ( listados abaixo) seguindo o propósito da empresa que é  publicar obras de qualidade e originalidade a preços acessíveis. Ao longo desses trinta anos de atividades ininterruptas o Grupo Ciranda se destacou como uma das líderes do segmento do porta-a-porta, atendendo diferentes mercados e disseminando livros nos mais distantes e diversos pontos do planeta. Para isso, contam com parceiros em todo o Brasil e também no exterior, além de uma equipe dedicada a alcançar a excelência em todas as etapas da produção a entrega dos livros. 

- Publicidade -

O catálogo de mais de 4.000 títulos é dividido entre seis selos editoriais, categorizados de acordo com o público e o conteúdo das publicações: Ciranda Cultural e Carrocinha – livros infantis, Principis e Tricaju – literatura adulta, Ciranda na Escola – literatura infantil, Ativamente – livros de enigmas e passatempos para todas as idades. 

As três principais linhas editoriais do grupo; Ciranda Cultural, Principis e Ciranda na Escola abrangem uma gama temática centrada na diversidade e no alcance a diversos públicos. No catálogo da Ciranda Cultural os leitores encontram desde coleções temáticas sobre mulheres que inspiram o mundo com suas ações e ideias a publicações voltadas ao universo geek, ou ainda séries ou romances nacionais ou das mais promissoras e produtivas autoras internacionais da atualidade. Os infantis, de caráter educativo e interativo, apostam na formação do leitor por meio de aprendizagem lúdica, com características interativas como pop-ups, sons, texturas, livros de pano e de banho, entre muitos outros.

Já o público infantojuvenil conta com publicações recentes de autoras nacionais como O Menino, o Pai e a Pinha, de Yuri de Francco e Ionit Zilberman, na lista dos cinco finalistas da categoria infantil do Prêmio Jabuti, Ana Rapha Nunes, também já finalista do Prêmio Jabuti e vencedora de prêmios como Outras Palavras e Image of the book, Vivian Caroline Lopes, vencedora de Prêmio Jabuti 2015 com “Arte é Infância” na categoria de didáticos e paradidáticos, além de reconhecidos ilustradores como Fernando Vilela.  

A grande novidade do grupo, entretanto, está no selo Principis, que surgiu em 2018, voltado a publicações de clássicos mundiais da literatura para o público jovem e adulto, e passa a apostar editorialmente em autores brasileiros contemporâneos, em especial narrativas no campo das tradições populares, além dos contemporâneos estrangeiros.

“Estamos olhando para autores de agora, de regiões diversas do Brasil, de diferentes temáticas, estéticas e formas de se fazer literatura”. É o caso do jovem Lucas de Matos, comunicador e poeta soteropolitano, que lançou recentemente “Preto Ozado”, diz Janice Florido, publisher da editora.

- Publicidade -

No Pé de árvore da Ciranda Cultural o público encontra os 100 títulos listados abaixo:

Compartilhe este artigo
Segue:
Editora e criadora da Rede Brasileira de Notícias. Fazendo também parte da redação do Imprensabr. Sempre com comprometimento com a imparcialidade na informação.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *