No Brasil, 12% dos partos são prematuros

Índice é considerado alto, mas especialista explica que acompanhamento pré-natal reduz os riscos do nascimento antes da hora

“Não deixar que pensamentos negativos e a imaginação criem histórias. Ocupe a mente com outras coisas relacionadas à maternidade”. Esse é o conselho que a artesã Michelle Morel, 40, dá às mães de bebês prematuros. Devido à pré-eclâmpsia e outras complicações, ela viu sua gravidez ser interrompida depois de 27 semanas e 6 dias de gestação, para salvar sua vida e de seus bebês. “Fiquei internada duas semanas antes do parto. Os médicos seguraram minha gravidez até o último minuto, pois um dos bebês estava ganhando pouco peso, parando de se desenvolver”, conta.

- Publicidade -

Pedro e Mariane chegaram ao mundo pesando 940 e 820 gramas, respectivamente, mas o tamanho dos bebês não abalou Michelle, que carregava a certeza de que tudo ficaria bem. “A angústia de saber que tinha prematuros existiu, mas consegui me manter positiva. Não pensava em problemas e pude contar com o apoio psicológico da minha família, amigos e da equipe da Maternidade Unimed-BH Grajaú”, lembra.

Nascimento prematuro

Uma gestação tem duração de 40 semanas e o nascimento antes de 37 semanas é considerado prematuro. De acordo com dados do Ministério da Saúde, 1 a cada 10 bebês em todo o mundo nasce prematuro, sendo que, no Brasil, aproximadamente 12% dos nascimentos ocorrem de forma prematura, o que preocupa especialistas.

De acordo com a neonatalogista coordenadora médica da UTI neonatal da Maternidade Unimed-BH Grajaú, Rosilu Ferreira Barbosa, que acolheu os gêmeos Mariane e Pedro, a prematuridade afeta, principalmente, o desenvolvimento de órgãos vitais dos bebês. “Um recém-nascido prematuro tem o desafio da luta pela vida e pela sobrevivência sem sequelas ou com sequelas mínimas, pois o nascimento interrompe o desenvolvimento e o crescimento de cada órgão do corpo humano, sendo os pulmões e o cérebro os mais impactados”, explica.

A realização de um pré-natal cuidadoso e regular auxilia na prevenção da prematuridade e, caso não seja possível evitá-la, os pais são orientados quanto aos riscos, resultados e estatísticas de cada serviço. 

- Publicidade -

A médica afirma que os avanços no tratamento de bebês prematuros ocorrem continuamente e, geralmente, estão relacionados aos modos e equipamentos de ventilação mecânica, administração não-invasiva de surfactante, prevenção e tratamento de infecções. “Os novos tratamentos têm o objetivo de reduzir o tempo de ventilação mecânica e de internação e, afinal, a sobrevida sem sequelas neurológicas e respiratórias”.

Suporte psicológico para seguir

Lidar com as questões emocionais das famílias dos bebês prematuros é crucial, tendo as equipes médica e multidisciplinar o papel de acolher nos momentos difíceis, oferecer as informações sobre a evolução dos pacientes, orientar quanto aos cuidados, estimular e respeitar sua participação. “O suporte emocional e psicológico permite que os pais consigam acompanhar internações prolongadas e dolorosas”, orienta a perineonatalogista.

Michelle Morel, a mãe dos gêmeos Mariane e Pedro, corrobora com a afirmação da médica e relata o apoio oferecido pelas equipes nos três meses de internação de seus bebês. “As equipes de médicos, enfermeiros e todos os profissionais me explicavam cada detalhe com muita atenção. As enfermeiras da UTI Neonatal me ajudavam a tirar o leite nos primeiros dias. Eu estava muito fragilizada e o apoio das enfermeiras deram muita força no processo”.

Para as mães de prematuros, Michelle compartilha sua experiência. “Façam o que estiver ao seu alcance, imaginem a alta com seus filhos ao invés de questionar. Contem com o apoio dos profissionais e familiares e, quando estiverem em casa, pratiquem projeto canguru para continuar fortalecendo a conexão entre vocês e seus bebês. Com confiança e o acompanhamento adequado, os bebês crescerão saudáveis”, aconselha.

- Publicidade -
Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *