Prefeitura de Lauro de Freitas anuncia, no mês da “Consciência Negra”, o lançamento do projeto Periferia do Futuro

Para o presidente e idealizador do Periferia do Futuro, o modelo Carlos Cruz a ação social chega para quebrar paradigmas e estereótipos dentro de uma sociedade em que sua maioria é negra

Em celebração ao mês da Consciência Negra, a Prefeitura de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, Bahia, lançou na segunda-feira (6), a campanha ‘Novembro Negro’ e anunciou o projeto ‘Periferia do Futuro’. A iniciativa, por meio da Secretaria Municipal de Políticas Afirmativas, Direitos Humanos e Promoção da Igualdade Racial (SEPADHIR), aconteceu no auditório Abdias do Nascimento, no Terminal Turístico de Portão.

Durante o encontro, a secretária da SEPADHIR, Deize Marize, aproveitou para anunciar o projeto ‘Periferia do Futuro’, onde jovens das comunidades serão contemplados, de forma gratuita, com cursos de trança para cabelos, maquiagem e costura. “Comunico essa novidade, que é o projeto Periferia do Futuro. Então, vamos celebrar esse mês com muita esperança e coragem, engrandecendo o legado de tantos heróis e heroínas que nos representam. É uma luta por um Brasil melhor”, completou.

No desfile inclusivo, os modelos se apresentaram com peças da Madame Nalwango. De acordo com o presidente e idealizador do Periferia do Futuro, o modelo Carlos Cruz avalia que o projeto chega para quebrar paradigmas e estereótipos dentro de uma sociedade em que sua maioria é negra. “Venho batalhando com isso já tem muitos anos, é preciso dar oportunidade e espaço para esses jovens de periferia, até porque eu sei que a violência acomete a nossa cidade, país e não temos a arte como nosso pivô de transformação. A Periferia do Futuro encerra esse estereótipo, esse paradigma e abre esse espaço para que os jovens estejam muito mais perto da arte, para que possamos educar, acolher e transformar”, destacou o modelo que também agradeceu a Fashion Guetto, projeto social parceiro do Periferia do Futuro.

Como representante da prefeita Moema Gramacho, a coordenadora executiva do Gabinete e presidente da Inova, Inglid Leila, reforçou a importância das políticas públicas no município baiano. “O Novembro Negro sempre é um ato de extrema importância. De conscientização, de reflexão e, em Lauro de Freitas, que é um município que acolhe uma grande quantidade de homens e mulheres negros, representa a ressignificação de tudo que a gente possa fazer em matéria de políticas públicas. Não basta só ter. É preciso que essas políticas públicas aconteçam e atinjam toda essa população”, finalizou.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário