Prestex estará na 20ª Maratona de Supply Chain

"Rastreabilidade e visibilidade na cadeia de suprimentos como estratégia-chave." Este é o tema que o especialista em logística, Marcelo Zeferino, CCO da Prestex apresentará no evento.

Supply Chain – A Prestex, referência em Logística Emergencial Aérea B2B, estará presente na 20ª Maratona de Supply Chain, dias 29 e 30 de abril no Centro de Convenções Frei Caneca/SP, com a palestra “Rastreabilidade e visibilidade na cadeia de suprimentos como estratégia-chave”, do CCO Marcelo Zeferino.

De acordo com o especialista em logística, Marcelo Zeferino, CCO da Prestex, o rastreamento e a previsibilidade são critérios indispensáveis na logística moderna, pois garantem a transparência e a integridade das mercadorias no processo de transporte. “Tão importante quanto entregar é saber o que ocorre com a carga/encomenda enquanto está em deslocamento. No mundo globalizado em que vivemos estas informações direcionam decisões estratégicas das empresas, que podem resultar em lucro ou prejuízo”, explica Zeferino.

- Publicidade -

Neste sentido as empresas de logística vêm investindo em novas tecnologias para integrar as estratégias de rastreabilidade e visibilidade, reduzindo riscos e aumentando a eficiência operacional do setor. A Prestex, empresa referência em logística emergencial aérea B2B, por exemplo, foi uma das pioneiras no país a ter um APP de rastreamento de cargas. O sistema, iniciado em 2009, permite que o cliente visualize 24h por dia e em tempo real todas as etapas de sua carga via APP, computador ou tablet.

O processo é realizado com ferramentas de monitoramento como rastreadores com tecnologia avançada e RFID, além de outros dispositivos que coletam informações como a localização da carga, alertas de movimentação, alteração de temperatura (no caso de medicamentos) controle de velocidade, alerta de desvio de rota, indicadores de falhas e previsão precisa de entrega. As informações são transmitidas para uma central de controle, onde os dados são analisados e utilizados para otimizar o processo logístico na tomada de decisões.

Medicamentos – Marcelo Zeferino explica ainda que alguns tipos de cargas demandam cuidados adicionais, como por exemplo os medicamentos. “Neste caso, a rastreabilidade começa já na etapa de produção, quando cada produto recebe uma identificação única.” Ao longo do percurso, os medicamentos são monitorados e registrados em cada etapa, desde que deixam o fabricante até a chegada ao destino.

A Prestex atende mais de 5 mil empresas em todo o Brasil, com índice de entregas no prazo de 99,8% (SLA), e está sempre aprimorando a integração de tecnologias avançadas, como Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial (IA), big data, analytics no sistema de rastreamento. “Nosso propósito é que a expertise em logística 4.0 possibilite aos clientes, além de uma entrega eficiente, novas estratégias e vantagem competitiva nos negócios, finalizou Marcelo Zeferino.

 

- Publicidade -

 

Compartilhe este artigo
Segue:
Biografia Assessora de Imprensa, Especialista em Comunicação Corporativa, Media Training, Edição de Revistas, Relatórios de Sustentabilidade e Projetos Especiais.