Special Saúde cria modelo inédito para atender aos pacientes em casa, em qualquer cidade do país

Há pouco mais de uma década, era impensável receber comida em casa do jeito que você pediu e preparada por quem você escolheu. Uma empresa disruptiva revolucionou esse conceito e hoje o delivery se tornou preferência nacional. Sem tanto alarde, a Special está fazendo o mesmo com a saúde das pessoas, cuidando dos tratamentos de média e alta complexidade na comodidade do lar, com a assistência de profissionais treinados e capacitados e, o que é melhor, em qualquer município do país, mesmo os mais remotos e com poucos habitantes.

“Há muitos casos na saúde que podem ser feitos no conforto do lar, como infusão de determinadas medicações, nutrição enteral, estomia e até curativos. Esse serviço está ao alcance das operadores e, portanto, de quem tem plano de saúde. As vantagens são de todos. Os custos são menores para as operadores e as pessoas não precisam se deslocar até os hospitais, às vezes localizados em outras cidades”, informa Denise Yagui, CEO da Special Saúde.

A Special foi criada em 2011 pelo médico Thiago Aitken, que constatou o crescimento do atendimento domiciliar nos Estados Unidos e decidiu implementar o modelo no Brasil. “Somente em infusão de medicamentos e nutrição enteral, o mercado norte-americano já movimenta mais de US$ 13 bilhões por ano”, informa Denise.

A empresa conta com dois centros de distribuição para envio dos produtos diretamente à residência dos pacientes. O atendimento a domicílio é feito por uma equipe de campo, composta por farmacêuticos, nutricionistas e técnicos de enfermagem. No total, são 130 profissionais espalhados por todas as regiões.

Para administração dos dados gerados, a Special desenvolveu uma plataforma própria, a Hubb, para reunir e trabalhar as informações dos pacientes com o uso de big data e inteligência artificial. Esse sistema possibilita ter o histórico em tempo real, para auditoria das operadoras e ajudar na melhor gestão dos casos, inclusive em termos de prazo de tratamento, despesas e medicamentos específicos.

Uma característica do serviço oferecido pela Special é que os pacientes não precisam sair de suas residências e deslocar para os grandes centros para ter o atendimento de qualidade que precisam e desejam. “Pelo nosso modelo de trabalho, as pessoas vão precisam ir à rede hospitalar. Pelo contrário, recebem em casa o mesmo (ou melhor) tratamento. E isso em qualquer cidade do Brasil”, ressalta a CEO.

Com mais de 60 operadores de todos os portes como clientes, a Special cresce acima de 20% ao ano. Em 2022, o faturamento atingiu 150 milhões.

Compartilhe este artigo
Segue:
A ImprensaBr é um portal de notícias que fornece cobertura completa dos principais acontecimentos do Brasil e do mundo.
Deixe um comentário