Produção audiovisual “Sukata” desperta e inspira mudanças positivas para o planeta

Foto: Renata RosaTrazendo questionamentos e reflexões, a série musical Sukata motiva novas atitudes com o ambiente e com o próximo.

A produtora independente paulistana, Batom Produções, liderada pela atriz, roteirista e diretora Alexia Annes, acaba de iniciar as filmagens  da sua mais recente produção original, Sukata o Musical – a série.

O objetivo desse projeto é a conscientização de jovens em prol do meio ambiente de uma forma descontraída e animada, utilizando a música como ferramenta para despertar a consciência de um estilo de vida mais sustentável.

- Publicidade -

O musical revela as histórias de três atendentes da doceria Delivery Pekatu, que

enfrentam desafios cotidianos. Indignadas com o desperdício vivido em seu

emprego, as “Suketes” se unem em busca de um mundo melhor. No entanto,

durante essa jornada, muitos obstáculos surgem, incluindo o posicionamento da

dona da doceria, Cláudia, que não se preocupa com questões ambientais.

- Publicidade -

As “Suketes” são vividas pelas atrizes Dominique Bueno, Stefanny Leão e Alessandra Maria. Alexia Annes assina o roteiro e a direção da série.

O look final das protagonistas é criação da estilista Natalia Santos, que se destaca nas redes sociais, onde já soma mais de 700.000 seguidores.

“A arte é capaz de modificar a sociedade de forma leve e o Musical é nossa

ferramenta para impulsionar a cultura. As próximas gerações serão mais

conscientes e artísticas, e queremos ser um canal para isso.” Resume Alexia Annes, CEO da produtora.

- Publicidade -

A cidade de São Paulo é a que mais produz lixo no país, com cerca de 19,7 mil

toneladas por dia. De acordo com a Pnad 2019 (IBGE), 84,4% das residências

brasileiras são servidas diretamente pelo serviço de coleta de lixo domiciliar

(geralmente feito por caminhões do sistema de limpeza urbana municipal).

No entanto, a destinação inadequada de lixo tem crescido no Brasil. A quantidade de resíduos sólidos urbanos destinados inadequadamente no Brasil cresceu 16% na última década. O montante passou de 25,3 milhões de toneladas por ano em 2010 para 29,4 milhões de toneladas por ano em 2019.

Em média, 60% dos resíduos coletados no Brasil vão parar em aterros sanitários e os outros 40% vão para lixões. Isso prejudica diretamente a saúde de 77,65 milhões de brasileiros atualmente, e gera um custo ambiental e para o sistema de saúde de cerca de US$ 1 bilhão por ano.

Em meio ao cenário crítico de São Paulo, a série aborda temas relacionados ao lixo e questões ambientais, com o objetivo de promover a conscientização coletiva por meio da cultura.

A produtora está realizando este projeto por meio do artigo 1° A da ANCINE (Agência Nacional do Cinema), através de patrocínio direto.

 

Serviço:

Sukata, a série musical

Roteiro e direção: Alexia Annes

Elenco: Dominique Bueno, Stefanny Leão e Alessandra Maria, entre outros.

Produção: Batom Produções

Figurino: Natalia Santos

Status: Em produção

Compartilhe este artigo
Segue:
Vanessa Goulartt estreou como atriz no teatro ainda criança em A Cegonha Boa de Bico, de Marilu Alvarez, em 1985, peça pela qual ganhou o prêmio APETESP como atriz revelação. Atuou nas peças Cais Oeste (1989), de Bernard-Marie Koltès, Namoro – No escurinho do teatro… (1991), de Ilder Miranda Costa,e Sábado, Domingo e Segunda (2003), de Eduardo De Filippo. Em 2010, na peça A Aurora da Minha Vida, de Naum Alves de Souza, foi dirigida pela sua mãe Bárbara Bruno. Sua estreia em cinema se deu na produção Olhos de Vampa, dirigido por Walter Rogério, em 1994. Trabalhou com o cineasta Carlos Reichenbach nos filmes Dois Córregos (1999) e Garotas do ABC (2003). Em 2005, a atriz volta ao cinema em Coisa de mulher, dirigida por Eliana Fonseca. Vanessa escreveu o curta-metragem O Espeto (2006), protagonizado por Cacá Carvalho. Estreou na televisão no elenco da novela da Rede Record, Cidadão Brasileiro, de Lauro César Muniz. Participou das novelas Maria Esperança (2007), no SBT, e Ti Ti Ti (2010), na Rede Globo. Na minissérie Dercy de Verdade (2012), Vanessa interpretou a própria bisavó Eleonor Bruno, conhecida como Nonoca. Atualmente atua também como apresentadora e assessora de comunicação, através da VG Comunica. Apresenta o programa Dezpadronizada na Radio Vibe Mundial.